5 erros de estratégia que afetam a taxa de conversão do e-commerce

em fev 09, 2017:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.
artigo-conteudo2

Você não irá aumentar a taxa de conversão do seu e-commerce com sugestões instintivas. É preciso analisar dados, criar hipóteses, testar diversos cenários para só então saber o que realmente está convertendo.

O mais comum é ver e-commerces modificando suas estratégias para aumentar a taxa de conversão sem um critério e objetivos bem definidos. Nestas tentativas, muitos erros podem ser percebidos. Veja dez deles aqui!

Usar imagens de pessoas pode diminuir sua taxa de conversão
A internet é um mar de pessoas posando com roupas, olhares e intenções diferentes para vender produtos diversos. O pensamento comum é que é preciso ter uma imagem atraente para agarrar a atenção do visitante, não é? Bom, para os opt-ins isso pode estar dando errado.

Em um teste da Journelle, site de roupas femininas, o opt-in sem imagem teve uma taxa de conversão 10% maior. Isso porque, ao visualizar a imagem de uma mulher vestindo uma das peças de roupas, a atenção era desviada da oferta para o imaginário: quem é a mulher? Esta pose está meio estranha, não gosto do cabelo dela, etc.

Dois passos podem ser melhores do que um
O senso comum nos diz que um opt-in em um passo é melhor do que em dois. Se a conversão para uma pergunta já é tão baixa, imagine para duas? Mas o que mostra a pesquisa de Robert Cialdini, autor do livro “Psicologia da Persuasão” é que, depois do primeiro comprometimento, o segundo tem chances muito maiores de acontecer.

Se você fizer isso da forma correta, pode ver um aumento significativo nas taxas de conversão. Insira opt-ins de dois passos, no primeiro fazendo uma pergunta que já irá encaminhar para a resposta positiva do segundo, com nome e e-mail. Por exemplo:

1º passo:
Não adianta nada prometer muito se não aumentar meu faturamento.

Botões: “Concordo!” ou “Não concordo.”

2º passo:
Veja aqui o guia completo de estratégias para aumentar seu faturamento com ações práticas!

Formulário para preencher nome e e-mail.
Botão: Agora vai!

Elimine distrações nos elementos da página
Considere que 60 a 70% dos adultos no Brasil tem indícios de déficit de atenção. Isso significa que qualquer brilho, cor diferente, imagem poluída ou elemento desnecessário em sua página pode desviar a atenção do produto e da compra.

Utilize isso ao seu favor. Retire distrações sem propósito de suas páginas do e-commerce e insira elementos que irão chamar a atenção para pontos específicos, como o botão de adicionar ao carrinho, benefícios ou o valor do produto.

Quando a esmola é demais o santo desconfia
Não subestime seus consumidores. Em um teste realizado pela Homeclick, foi percebido que a oferta de 25% de desconto teve resultados melhores que a oferta de 57% de desconto. Parece não fazer sentido, mas faz.

Os consumidores, especialmente o brasileiro, desconfiam muito de lojas que oferecem promoções muito grandes nos produtos. Isso já vem de um histórico de ofertas falsas, em que os preços dobram para só depois surgir a oferta de 50%. Tome cuidado com o que irá ofertar e escolha a forma certa de fazer. Utilizar valores reais ao invés de porcentagens pode ser uma boa saída!

Use provas sociais da forma certa
Foi constatado pela Search Engine Land que 88% dos consumidores confiam em reviews online tanto quanto em recomendações pessoais. Você pode escrever 5 páginas sobre como o seu produto é bom e possui diversas vantagens, mas um simples depoimento de uma pessoa real avaliando seu produto vale mais do que mil palavras para o seu visitante.

Entre em contato com seus consumidores atuais mais fiéis e veja se eles podem dar um depoimento para seus principais produtos. Insira em suas páginas de produto destacando o depoimento do todo e veja qual será o impacto.

Por fim, mantenha uma mensagem consistente, teste sempre para ver o que funciona para seu nicho e seu e-commerce, entre na mente do seu visitante e utilize a linguagem dele para todos os elementos, especialmente calls-to action. Aumentar a taxa de conversão do e-commerce pode ser mais fácil do que parece.

Fonte: Ecommerce News

veja também:

adwords

Como melhorar as vendas com o Google AdWords para e-commerce?

Por: Wallace Castro Você quer vender mais, economizar tempo e fazer CONTINUAR LENDO…

red bull

Marketing de Conteúdo te dá asas

Por: Renann Mendes Nunca fui muito fã de dar aulas, CONTINUAR LENDO…

shopping

Google Shopping: aprenda como usá-lo a seu favor

Por: Raquel Lisboa – Nuvem Shop É cada vez mais CONTINUAR LENDO…

email

Por que o marketplace é o assunto do momento no e-commerce?

O ano de 2017 está sendo marcado pela consolidação do CONTINUAR LENDO…

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

Calendário

 
JUL 25