Agricultores chineses recorrem em massa ao comércio eletrônico

em abr 13, 2016:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.

As vendas de produtos agrícolas pelo Alibaba chegaram a 69,6 bilhões de yuans (US$ 10,7 bilhões) em 2015, um crescimento anual de 44%, de acordo com um relatório divulgado na quarta-feira, 13, pela AliResearch, sucursal de pesquisa do Grupo Alibaba.

O relatório, emitido na primeira Cúpula de E-commerce dos Produtos Agrícolas da China, em Mile, na Província de Yunnan, disse que as plataformas de comércio eletrônico do Alibaba registraram mais de 900 mil vendedores de produtos agrícolas. Mais de 100 mil deles são da Província de Guangdong, seguida pelas províncias de Zhejiang e Jiangsu.

Zhang Ruidong, da AliResearch, disse que Guangdong teve 8 bilhões de yuans em consumo baseado no e-commerce no ano passado, e os das províncias de Gansu e Hebei (norte) e Anhui (leste) cresceu rapidamente.

Varejistas online chineses, principalmente o Alibaba e o JD.com, tentam fazer aflorar o potencial comercial das áreas rurais do país. As duas plataformas estabeleceram infraestrutura nessas áreas e exibições de computadores para demonstrar aos residentes locais como usar o comércio eletrônico.

O Alibaba disse que construiu mais de 8 mil estações onde os agricultores podem fazer compras no mercado online do grupo e levar seus próprios produtos e especialidades locais para vender online.

De acordo com a AliResearch, além de vender os produtos agrícolas, os agricultores também compraram 5 bilhões de yuans em material de cultivo através das plataformas do Alibaba em 2015, um salto anual de 83,2%.

Durante um mês de promoção de material de cultivo que o Alibaba fez até 22 de março, agricultores de 14 mil vilas em 27 províncias e regiões compraram mais de 10 milhões de itens, economizando cerca de 100 milhões de yuans em custo de produção.

Fonte: E-commerce Brasil

veja também:

Como obter um diferencial e recompensar os clientes do seu e-commerce

Por: Alejandro Vásquez, cofundador da Nuvem Shop e diretor de CONTINUAR LENDO…

artigo-conteudo3

Geração “Y” de consumidores demanda muita atenção de varejistas

Por: Juan Pablo Uma estratégia móvel robusta nos dias atuais CONTINUAR LENDO…

Consumidores multicanal: a nova tendência do varejo

Por: Pedro Ivo Martins O consumidor mudou, online e offline CONTINUAR LENDO…

artigo-conteudo

5 métricas fáceis de analisar que ajudam a crescer uma fan page

Por: Camila Porto As principais dificuldades apresentadas pelos empreendedores e CONTINUAR LENDO…

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

Calendário