Alibaba anuncia oferta pública de ações nos Estados Unidos

em mar 17, 2014:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.
Jack Ma, CEO do Alibaba Group
Alibaba é uma das maiores companhias de internet e negocia mais de US$ 150 bilhões em mercadorias que trocam de mãos em suas plataformas todos os anos

 

O gigante chines do comércio eletrônico, o Grupo Alibaba, anunciou neste domingo que se tornará público em uma bolsa dos Estados Unidos, em um movimento que analistas acham que pode levantar até US$ 15 bilhões, na maior oferta pública do ano.

O anúncio confirma os planos da empresa e põe fim a meses de especulação sobre onde a companhia listaria suas ações.

O Grupo Alibaba é uma das maiores companhias de internet e negocia mais de US$ 150 bilhões em mercadorias, que trocam de mãos em suas plataformas todos os anos – mais que Amazon e eBay combinadas.

A companhia começou como um serviço para conectar fornecedores chineses a varejistas em todo o mundo e se ramificou como um comércio eletrônico de varejo. Já lançou dois serviços para o consumidor final nos Estados Unidos.

“O Grupo Alibaba deicidiu dar início ao processo de uma oferta pública inicial nos Estados Unidos”, disse a companhia em uma nota oficial. “Isso vai fazer de nós uma empresa mais global e melhorar a nossa transparência, ao passo que permite que a companhia continue buscando suas visões e ideais.”

A nota não dá detalhes do tempo que levará, do tamanho da oferta ou em qual câmbio a oferta acontecerá.

Analistas estimaram que o IPO do Alibaba poderia juntar US$ 15 bilhões – o valor da companhia é de em torno de US$ 100 bilhões;

A empresa, baseada em Hangzhuou na China, já abandonou anteriormente seus planos para uma oferta pública em Hong Kong porque a bolsa, semi-autônoma, se recusou a mudar suas regras para acomodar a empresa no mercado de ações com uma estrturura tão pouco usual.

A companhia falhou em convencer a bolsa de Hong Kong a garantir um regime de exceção das regras de listagem para que pudessem manter a estrutura de parceria que leva o execuitvos da empresa, 10%. A companhia deu a dica que essas portas não estã totalmente fechadas.

“Se as circunstâncias permitirem, no futuro, gostariamos de estender nosso status de companhia aberta no mercado da China, de forma a compartilhar nosso crescimento com as pessoas da China”, informou a nota.

O Grupo Alibaba não divulga seus relatórios. Mas o Yahoo Inc., que tem 24% na empresa, disse que o faturamento para o terceiro trimestre do ano passado, encerrado em dezembro, subiu 51% em relação aos US$ 1,8 bilhões anteriores. O resultado é menor que o crescimento de 61% um ano antes e de 71% no primeiro trimestre de 2013.

Fonte: IG

veja também:

adwords

Como melhorar as vendas com o Google AdWords para e-commerce?

Por: Wallace Castro Você quer vender mais, economizar tempo e fazer CONTINUAR LENDO…

red bull

Marketing de Conteúdo te dá asas

Por: Renann Mendes Nunca fui muito fã de dar aulas, CONTINUAR LENDO…

shopping

Google Shopping: aprenda como usá-lo a seu favor

Por: Raquel Lisboa – Nuvem Shop É cada vez mais CONTINUAR LENDO…

email

Por que o marketplace é o assunto do momento no e-commerce?

O ano de 2017 está sendo marcado pela consolidação do CONTINUAR LENDO…

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

Calendário

 
JUL 25