Amazon causa polêmica com serviço que faz entregas em 1 hora em Paris

em jun 21, 2016:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.
Artigo  contéudo2

O novo serviço de entrega rápida da Amazon em Paris, que promete levar o produto ao usuário em apenas uma hora, está dando o que falar. A prefeitura da capital francesa promete ser intransigente com a gigante norte-americana.

Depois de ter testado o serviço nos Estados Unidos, na Inglaterra e na Itália, a Amazon lançou a nova forma de entrega, chamada de “Prime Now”, na última semana em Paris. O objetivo é entregar os produtos comprados online pelos usuários em apenas uma hora, o que é inédito na capital francesa. A oferta engloba tudo o que é tradicionalmente comercializado no site, inclusive alimentos.

Mas o novo serviço não agradou a todos. A primeira a levantar a voz contra a Amazon foi a prefeitura de Paris, que estima que a entrega de uma hora pode “desestabilizar gravemente o equilíbrio do comércio parisiense”. Um comunicado assinado pela prefeita Anne Hidalgo, também reclama da falta de informação sobre o lançamento do novo produto.

Entre os pontos negativos apontados pela prefeitura sobre o novo serviço da Amazon, estão “a preservação dos comércios ‘de bairro’, a interferência na vida dos moradores com o novo tráfego que a entrega pode acarretar, o aumento da poluição com os veículos de entrega, além da política de recursos humanos gerenciada pela Amazon”, diz o comunicado.

Nesta manhã, foi a vez da Confederação dos Comerciantes da França (CDF) fechar o cerco à Amazon. Em entrevista à rádio France Info, o presidente do órgão, François Palombi, denunciou uma “concorrência desleal”. “Se não temos os mesmos meios, as mesmas armas e tempo para gerenciar essa problemática, seremos desfavorecidos. É inevitávél”, disse, pedindo que o governo tome medidas urgentes contra a gigante norte-americana.

A batalha se anuncia longa, já que o “Prime Now” opera a partir de um centro de distribuição já instalado no 18° distrito da capital francesa, na região norte. Ao todo, 18 mil artigos estão disponíveis para serem entregues em uma hora. De brinquedos a aparelhos eletrônicos, além de 4 mil produtos alimentares, entre frutas e legumes, frios e congelados.

Fonte: Ecommerce Brasil

veja também:

Como obter um diferencial e recompensar os clientes do seu e-commerce

Por: Alejandro Vásquez, cofundador da Nuvem Shop e diretor de CONTINUAR LENDO…

artigo-conteudo3

Geração “Y” de consumidores demanda muita atenção de varejistas

Por: Juan Pablo Uma estratégia móvel robusta nos dias atuais CONTINUAR LENDO…

Consumidores multicanal: a nova tendência do varejo

Por: Pedro Ivo Martins O consumidor mudou, online e offline CONTINUAR LENDO…

artigo-conteudo

5 métricas fáceis de analisar que ajudam a crescer uma fan page

Por: Camila Porto As principais dificuldades apresentadas pelos empreendedores e CONTINUAR LENDO…

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

Calendário