As mudanças no Gmail e o que isso significa para os profissionais de marketing

em set 26, 2013:por

Tatiane Monteiro

É publicitária e pós-graduada em marketing pela ESPM. Atua no mercado de marketing digital desde 2007. Já passou por empresas como Media Factory, Busca Descontos, eNext Group e Digitalks. Hoje é Supervisora de Marketing Online na Ituran, multinacional líder em monitoramento e recuperação de veículos.
Views103
Gmail-Email-Marketing-Changes

Todos já perceberam que o Google realizou algumas mudanças no Gmail, essas mudanças influenciam diretamente na forma com que usuários interagem com os e-mails marketing. Como o Gmail é um dos principais serviços de e-mail utilizados pelos norte-americanos, com mais de 425 milhões de usuários ativos em junho de 2012, segundo o Google, e 9,9 milhões no Brasil até novembro de 2012, sem contar acessos móveis, estas mudanças podem afetar bastante o resultado das campanhas.

1

Entre os novos recursos estão as guias personalizáveis que organizam a caixa de entrada em cinco abas: “Principal”, “Social”, “Promoções”, “Atualizações” e “Fóruns”. Cada uma delas receberá conteúdo pertinente àquela categoria. O filtro irá identificar se a mensagem vem de um usuário individual, uma rede social ou e-mail marketing com teor promocional. O usuário tem a opção de criar mais guias ou desativar esse recurso.

Em primeiro lugar, é preciso monitorar como os usuários vão interagir com as guias. Embora as mensagens sejam filtradas, há um destaque em cada uma das guias que apresenta os remetentes das novas mensagens. Por isso, é fundamental que os profissionais de marketing otimizem o assunto do e-mail, o texto de pré-header e certifiquem-se de que o nome de remetente esteja identificando claramente a sua empresa.

Uma ideia boa é preparar um e-mail explicando as mudanças na organização do Gmail e mostrar aos consumidores como podem identificar suas mensagens usando “estrela” ou movendo-as para a guia “Principal”.

Também pode ser um ótimo momento para convidar os usuários para suas redes sociais, reforçando ainda mais a presença da sua marca.

Ações rápidas

Outro recurso é o “Quick Actions”, um botão de call-to-action, que pode ser acessado diretamente a partir da linha de assunto do e-mail, sem que o usuário precise abrir o e-mail. Os usos mais comuns para essa ferramenta incluem RSVP para eventos e acompanhamento de pedidos. Estas ações podem ser desenvolvidas pelo remetente, ou, nos casos em que o Gmail entende o conteúdo, são criadas automaticamente.

Para fazer uso do recurso, a empresa precisa ter cadastro no Google e os e-mails devem ser autenticados via SPF ou DKIM. Mas, por ora, o Google pede que estes e-mails sejam utilizados em transações e não em promocionais.

Este recurso permite que o Gmail veja os cliques gerados como uma forma de engajamento, o que coopera para que as mensagens cheguem à caixa de entrada. Por outro lado, se o usuário não clicar e não se registrar, a empresa não verá esta movimentação, no entanto é possível codificar este link para visualizar o tráfego de referência por meio de ferramenta de análises, como o Google Analytics, por exemplo.

Fonte: Virtual Target

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

eNext Dashboard

eNext Dashboard

SLI Systems

SLI Systems

Calendário

 
JUL 25