Aumento da confiança do consumidor faz vendas no varejo aumentar

em jun 17, 2016:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.
Artigo  contéudo2

As vendas no varejo do Brasil aumentaram em abril, acompanhando as expectativas dos analistas com a recuperação da confiança dos consumidores e economistas já preveem que maior economia da América Latina possa emergir da recessão mais rápido do que pensavam inicialmente.

As vendas cresceram 0,5% em Abril depois de uma queda de 0,9% no mês anterior, disse a agência nacional de estatística. Os dados acompanham uma média estimada pelos 36 economistas pesquisados pela Bloomberg. As vendas diminuíram 6,7% em Abril contra o mesmo mês em 2015.

A confiança do consumidor está dando sinais do potencial de recuperação de acordo com a desaceleração da inflação e os economistas já estão melhorando suas previsões de crescimento econômico.

Mesmo assim, um sentimento permanece acerca do histórico de baixas e com desemprego em alta. No primeiro trimestre, a maior economia da América Latina encolheu pelo quinto mês consecutivo, arrastado pela retração do gasto dos consumidores.

Vendas de alimentos, bebidas, tabaco e supermercados e hipermercados cresceram 1% em Abril, após uma queda de 1,4% no mês anterior. Vendas do setor de vestuário aumentaram 3,7%.

Os gastos do consumidor no primeiro trimestre diminuíram 1,7%, pelo quinto mês consecutivo, arrastando uma queda da economia em geral em 0,3%. Apesar disso, o número é menor que a média prevista pelos economistas, que têm aumentado, desde então suas previsões.

A economia brasileira retraiu 3,8% em 2015 e os economistas pesquisados pelo Banco Central veem uma retração menor este ano e uma retomada de crescimento em 2017. Na semana passada, BNP Paribas revisou o GDP 2016 e previu uma contração de 3%, contra uma previsão anterior de retração de 4%. O Itau Unibanco Holding SA também melhorou suas previsões para 2016 saindo de uma queda de 4% para 3,5%.

As vendas em geral no varejo, que incluem, carros, peças automotivas e materiais de construção caíram 1,4% em Março, contra 9,1% em Abril do ano passado, de acordo com estatísticas do instituto.

Fonte: Ecommerce Brasil

veja também:

Como obter um diferencial e recompensar os clientes do seu e-commerce

Por: Alejandro Vásquez, cofundador da Nuvem Shop e diretor de CONTINUAR LENDO…

artigo-conteudo3

Geração “Y” de consumidores demanda muita atenção de varejistas

Por: Juan Pablo Uma estratégia móvel robusta nos dias atuais CONTINUAR LENDO…

Consumidores multicanal: a nova tendência do varejo

Por: Pedro Ivo Martins O consumidor mudou, online e offline CONTINUAR LENDO…

artigo-conteudo

5 métricas fáceis de analisar que ajudam a crescer uma fan page

Por: Camila Porto As principais dificuldades apresentadas pelos empreendedores e CONTINUAR LENDO…

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

Calendário