Boas práticas de gestão de projetos para o E-commerce

em ago 27, 2013:por

João Parente

Formado em Publicidade e Propaganda, especializado em gestão de projetos. Trabalhou em grandes agências digitais, como F.biz e TV1.com, e na multinacional Liberty Seguros. Atualmente Sócio da eNext, PMO e responsável por gestão de projetos e performance. Tem histórico de clientes como: Karsten, 3 Corações, Grupo Bandeirantes, Microsoft, Guaraná Antártica, Grupo Pão de Açúcar, 3M, Petrobras, Boticário, Volkswagen, Semp Toshiba, Gerdau, Unilever, e Netshoes.
Views617
project-management-trainers3

Poucos dão a devida atenção para a boa gestão de projetos na hora de implantar um projeto de comércio eletrônico, quando esta deveria ser uma das principais preocupações, uma vez que isso controla e garante o sucesso da entrega do projeto.

Existem diversas metodologias eficazes para o gerenciamento de projetos, dentre elas a do PMI (Project Management Institute), uma das instituições mais bem conceituadas do mercado.

Qualquer metodologia que for escolhida deve ser adaptada para a realidade do projeto, pois muitas vezes propõem processos que não cabem ser aplicados.

Neste artigo vou citar todas as áreas de conhecimento e grupos de processos propostos pelo PMI, com o objetivo de mostrar o que tange a gestão de um projeto e sua importância.

Grupos de processos:

Iniciação, Planejamento, Monitoramento e controle, Execução e Encerramento.

1

Áreas de conhecimento: Integração, Escopo, Tempo, Custos, Qualidade, Recursos humanos, Comunicações, Riscos, Aquisições e Partes interessadas.

Integração

São os processos e atividades para identificar, definir, combinar, unificar e coordenar os vários processos de gerenciamento das atividades dentro de um projeto.

Processos:

– Desenvolver o termo de abertura do projeto

– Desenvolver o plano de gerenciamento do projeto

– Orientar e gerenciar o trabalho do projeto

– Monitorar e controlar o trabalho do projeto

– Realizar o controle integrado de mudanças

– Encerrar o projeto ou fase

Escopo

O gerenciamento do escopo do projeto é essencial e inclui os processos para garantir que o projeto contempla todo o trabalho necessário para completar o projeto com sucesso. Gerenciar o escopo do projeto é em primeiro lugar para definir e controlar o que faz parte do projeto ou não.

Processos:

– Planejar o gerenciamento do escopo

– Coletar Requisitos

– Definir escopo

– Criar EAP (WBS)

– Validar escopo

– Controlar o escopo

Tempo

São os processos necessários para planejar, criar e controlar os prazos/cronograma de entrega das tarefas do projeto.

Processos:

– Planejar o gerenciamento do cronograma

– Definir as atividades

– Sequenciar as atividades

– Estimar os recursos das atividades

– Estimar as durações das atividades

– Desenvolver cronograma

– Controlar cronograma

Custos

Processos para planejar, estimar e controlar todos os custos envolvidos no projeto, para que ele saia dentro do investimento aprovado.

Processos:

– Planejar o gerenciamento dos custos

– Estimar os custos

– Determinar o orçamento

– Controlar os custos

Qualidade

Determinar as políticas, objetivos de qualidade e responsabilidades para que o projeto satisfaça as necessidades pelo qual ele foi criado. Controlar a qualidade das entregas para garantir que atinja os requerimentos do projeto.

Processos:

– Planejar o gerenciamento da qualidade

– Realizar a garantia da qualidade

– Controlar qualidade

Recursos Humanos

Organizar, gerenciar e liderar o time do projeto.

Processos:

– Planejar o Gerenciamento dos recursos humanos

– Mobilizar a equipe do projeto

– Desenvolver a equipe do projeto

– Gerenciar a equipe do projeto

Comunicações

Gerentes de projetos devem utilizar a maior parte de seu tempo se comunicando com os membros da equipe e partes interessadas. Garantir que todas as informações necessárias sejam transmitidas de forma correta para todos os integrantes.

Processos:

– Planejar o gerenciamento das comunicações

– Gerenciar as comunicações

– Controlar as comunicações

Riscos

O objetivo é aumentar o impacto de eventos positivos e diminuir o impacto de eventos negativos no projeto. Planejar, Identificar, analisar, mitigar, e controlar os riscos.

Processos:

– Planejar o gerenciamento de riscos

– Identificar os riscos

– Realizar a análise qualitativa dos riscos

– Realizar análise quantitativa dos riscos

– Planejar as respostas aos riscos

– Controlar os riscos

Aquisições

Processos para comprar ou adquirir produtos, serviços ou resultados além do time do projeto. Controlar contratos e processos de mudança necessários para desenvolver a administrar o projeto.

Processos:

– Planejar o gerenciamento das aquisições

– Encerrar aquisições

– Conduzir aquisições

– Controlar aquisições

Partes interessadas

Processos para identificar e gerenciar as pessoas, grupos ou organizações que podem impactar ou serem impactadas pelo projeto. Analisar as expectativas e impactos destas partes interessadas e desenvolver estratégias para engaja-los nas decisões do projeto.

O objetivo chave do projeto deve ser gerenciar a satisfação das partes interessadas.

Processos:

– Identificar as partes interessadas

– Planejar o gerenciamento das partes interessadas

– Gerenciar o envolvimento das partes interessadas

– Controlar o envolvimento das partes interessadas

 

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

One Comentários

  1. […] a mesma linha do artigo que postei anteriormente sobre as “Boas práticas de gestão de projetos para o E-commerce”, entrarei no detalhe, agora explicando como montar um bom cronograma e sua […]

eNext Dashboard

eNext Dashboard

SLI Systems

SLI Systems

Calendário

 
JUL 25