Com nova plataforma, Wal-mart mira liderança em e-commerce no país

em nov 01, 2013:por

Anna Wagner

Cursa Publicidade e Propaganda na Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado. Atua desde 2012 na área de marketing, trabalhando com Startups na área de e-commerce e e-service. Atualmente é responsável pelo marketing na eNext Consultoria em E-commerce.
Wal Mart Hazardous Waste

Centro de distribuição do Wal-Mart Stores Inc em Bentonville, nos Estados Unidos. O Wal-mart.com quer quintuplicar as vendas no Brasil em três anos e virar líder do comércio eletrônico no país, contando com uma plataforma digital que ofertará produtos de outros lojistas, disse nesta quinta-feira o vice-presidente de e-commerce do Wal-Mart Brasil, Flávio Dias. 06/06/2013. Foto: Rick Wilking / Reuters

O Wal-mart.com quer quintuplicar as vendas no Brasil em três anos e virar líder do comércio eletrônico no país, contando com uma plataforma digital que ofertará produtos de outros lojistas, disse nesta quinta-feira o vice-presidente de e-commerce do Wal-Mart Brasil, Flávio Dias.

Em evento do setor varejista em São Paulo, Dias afirmou que o Wal-Mart.com encerrará o ano com um sortimento de 1 milhão de artigos, ante 60 mil atuais, num vertiginoso salto que será calcado na oferta de produtos por terceiros, através da sua plataforma, funcionando como uma espécie de shopping online.

“(Os itens) já começaram a entrar, nessa semana tivemos pet shops, depois veremos vinhos e outros produtos”, disse.

Sem revelar valores, Dias afirmou que o Wal-mart faz investimentos na divisão de comércio eletrônico “proporcionais” ao agressivo plano da companhia de assumir a dianteira num mercado encabeçado hoje pela B2W, que reúne as bandeiras Submarino e Americanas.com.

“É necessário fazer investimentos pesados para que no futuro a gente consiga alavancar o crescimento para os acionistas. Temos estratégia global clara e o papel do comércio eletrônico é fundamental”, disse em palestra.

Para atingir o objetivo, o Wal-Mart.com também está aprimorando a operação logística. Segundo Dias, serão abertos mais dois centros de distribuição no primeiro semestre de 2014 fora da região Sudeste, dentro da estratégia de regionalização das entregas. Atualmente, a divisão online da companhia conta com um centro de distribuição em São Paulo.

O Wal-Mart.com deve fechar 2013 com 800 funcionários, ante cerca de 350 em 2012. Desse total, por volta de 200 são da equipe de tecnologia, afirmou o executivo, acrescentando que a empresa apresenta um crescimento anualizado de vendas de 60 por cento, “cerca de três vezes superior à média do mercado”.

 

Fonte: Reuters

veja também:

m-commerce

Como o e-commerce deve se preparar para vender via dispositivos móveis

*Por Leandro Ginane Uma pesquisa da Return Path aponta que CONTINUAR LENDO…

ecommerce-tag-page

Satisfação no e-commerce está ligada à entrega do produto

As empresas que vendem produtos na internet precisam estar atentas CONTINUAR LENDO…

relc3b3gio

Como a sensação de urgência pode ajudar o seu E-commerce?

Os sites de E-commerce podem utilizar a sensação de urgência CONTINUAR LENDO…

calendario

Como manter os preços competitivos durante as datas sazonais

Por Roberto Assef* Datas comemorativas  são extremamente importantes para as CONTINUAR LENDO…

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

Calendário

 
JUL 25