Como a sensação de urgência pode ajudar o seu E-commerce?

em out 31, 2013:por

Anna Wagner

Cursa Publicidade e Propaganda na Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado. Atua desde 2012 na área de marketing, trabalhando com Startups na área de e-commerce e e-service. Atualmente é responsável pelo marketing na eNext Consultoria em E-commerce.
Views48
relc3b3gio

Os sites de E-commerce podem utilizar a sensação de urgência de diversas formas, mostrando baixos níveis de estoque dos produtos, encorajando as pessoas a comprarem rapidamente, para que a entrega seja mais rápida, ou então, utilizando o e-mail para estimular os consumidores à compra. 

A tática pode funcionar, forçando os clientes a tomarem decisões rápidas sobre o potencial da compra, baseados nessas informações.

Confira abaixo 15 exemplos do uso da sensação de urgência, por varejistas online:

Por que utilizar a urgência?

É uma tática útil, que força os clientes a tomarem decisões rápidas sobre a compra. Se eles planejam sair do site da loja, uma mensagem sobre o baixo número de itens no estoque pode fazê-los mudar de ideia.

Entrando na temporada de compras do Natal, a urgência pode ser uma tática ainda mais valiosa: relógios de contagem do tempo da entrega e baixos níveis de estoque podem atrair a mente dos clientes à realizarem a compra o quanto antes! 

James Gurd do Digital Juggler:

Acredito que funciona melhor em itens de alto valor, ao invés de produtos comuns. Então, se você está procurando um presente especial e sabe que há apenas um item em estoque, isso deve ter um grande impacto. Para mim, urgência é sobre ajudar o cliente, ou deveria ser sobre ajudar o cliente, ao invés de ser considerado uma técnica de vendas. O objetivo deve ser oferecer transparência sobre o estoque, ajudando os clientes a decidirem o quão urgente a compra é. O impacto pode ser negativo em varejistas que trabalham com baixos níveis de estoque, sendo que a mensagem se torna algo frequente e comum no site. Um desafio interessante é como os varejistas casam os dados de estoque, em um meio-ambiente multicanal. Se há um nível de estoque baixo no centro de fullfilment, existe a opção de mostrar uma loja local onde o produto está disponível, para que o cliente possa optar pela coleta no local. Eu ainda não vi isso sendo implementado em nenhum site de varejo do Reino unido, apesar de já ter sentido falta dessa opção!

American Apparel

A loja American Apparel alerta você quando uma numeração do produto selecionado está acabando no estoque. Uma tática útil para estimular os clientes  a tomarem decisões rápidas.

urgency

Amazon

A Amazon usa a urgência de diversas formas. Por exemplo, com essa mensagem na página de produto:

De acordo com o consultor de E-commerce Dan Barker:

Essa mensagem fica cada vez mais convincente, à medida que você se aproxima do prazo final, apesar de ser interessante o fato da Amazon suavizar o impacto da mensagem ” Only 3 left in stock”. Talvez soasse como se o produto nunca mais fosse entrar em estoque, caso não houvesse a mensagem do final “more on the way”.

A Amazon também utliza essa tática no topo da página de produto.

Simply Hike

Aqui, a Simply Hike possui uma contagem do tempo de entrega, próximo ao call to action, o que pode encorajar os clientes com a mentalidade “quero agora”:

De acirdo com o fundador do Simply Group, Gerrard Dennis:

Isso (o relógio de contagem) está lá para que o cliente saiba quando pedir o produto, pensando na entrega. Há três peças de informação chave nisso – quando você precisa pedir, de acordo com o prazo de entrega, além de sugerir a entrega premium (desde que isso foi implementado o número de reclamações sobre atrasos na entrega tem diminuído, e o número de pessoas utilizando o serviço premium de entrega dobrou).

John Lewis

Essa abordagem da John Lewis, combina o número de peças em estoque, com o preço de promoção do produto, o que pode ser uma tática bastante efetiva:

House of Fraser

Uma abordagem similar da House of Fraser.

Talvez a mensagem pode não ser vista, apesar de ser disponibilizada ao mesmo tempo que os tamanhos são selecionados, para que a atenção do cliente permaneça naquela área da página.

Bottica

A mensagem muda de acordo com os níveis de estoque. Aqui há 3 peças no estoque:

Bottica urgency

Ela fica mais urgente de acordo com o número de peças disponíveis.

SecretSales

Note o timer de contagem abaixo da página de produto:

Dan Barker:

A SecretSales também utiliza a urgência como tática para transformar o baixo nível de estoque em uma vantagem. por exemplo, a mensagem abaixo encoraja o cliente a primeiro clicar no item à direita, caso ele possua interesse, e, caso ele esteja desesperado para comprar o item à esquerda, provavelmente ele irá clicar no produto assim que os 16 minutos passarem.

Modcloth

De acordo com Dan, emails de “última chance”, enviados antes do final de uma liquidação, possuem uma performance melhor que outros tipos de e-mails informando promoções. Aqui temos um exemplo da Modcloth:

Modcloth urgent email

Land’s End

Aqui temos outro exemplo da Land’s End.

ASOS

Um e-mail sobre uma liquidação por um curto período de tempo, é uma tática útil:

Gap

Uma mistura de urgência e mistério:

Hotel Chocolat

E-mails não precisam ser apenas sobre liquidações. Se há um evento ou data comemorativa se aproximando, como o Halloween, utilize a última chance de entrega para estimular os clientes a realizarem uma compra:

CompUSA

Esse exemplo do GetElastic foi retirado de uma página do carrinho de compras, e encoraja os usuários a realizarem o checkout, antes que os descontos acabem.

WestJet

A WestJet utiliza a limitação de disponibilidade para apressar os clientes ao longo da compra.

Hotels.com

Aqui temos uma mistura de urgência e prova social, retirada do Hotels.com. Ao visualizar um hotel, várias mensagens aparecem no canto inferior direito da página.

A prova social vem com o fato de outros terem reservado esse quarto, sem dificuldades, presumo.

Essa mensagem, e outra dizendo quantas pessoas estão visualizando a página no mesmo momento, dão a sensação de que é necessário agir rápido caso eu queira um quarto seguro.

Fonte: Econsultancy

Quais exemplos você já viu onde a sensação de urgência é explorada no e-commerce? O que já funcionou com você? Conte pra gente!

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

eNext Dashboard

eNext Dashboard

SLI Systems

SLI Systems

Calendário

 
JUL 25