Como evitar os principais erros de um e-commerce e vender online

em jan 05, 2017:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.
artigo-conteudo

O e-commerce é um dos segmentos que mais cresce no Brasil e no mundo. Os motivos para isso são abundantes. Entre eles, podemos citar o custo de investimento mais baixo, a demanda menor de funcionários e os custos reduzidos de manutenção do negócio.

Em um primeiro momento, o próprio comerciante pode ser responsável por diversos setores da empresa. Quando o movimento ainda é pequeno, nada impede que o dono de uma loja se responsabilize pelo atendimento ao cliente e pela atualização do blog, por exemplo.

Assim, nada impede que você comece do zero. As maiores empresas do mundo começaram de algum lugar. No entanto, há alguns erros que diminuem suas chances de lucro. Prestar atenção neles agora é uma boa pedida para evitar dores de cabeça no futuro.

1) Estabelecer formas de pagamento limitadas
Um público-alvo pode ser bastante específico. Ainda assim, o perfil de seus compradores tende a ser muito variável. Por isso, para vender online evite definir apenas uma ou duas formas de pagamento.

Há clientes que não se sentem confortáveis inserindo as informações de seu cartão de crédito ou débito na internet, por exemplo. Outros fogem de processos cansativos como os presentes na opção de pagar com boleto bancário, como a necessidade de imprimir o documento e procurar um banco ou casa lotérica para pagar.

Lembre-se do seguinte: cada forma de pagamento não contemplada pode se converter em uma parcela de clientes perdida.

2) Reduzir as informações de contato
Embora efetuar compras pela internet seja uma realidade de cada vez mais brasileiros, os casos de sites e empresas mal-intencionados ensinaram o consumidor a tomar precauções antes de efetuar um pagamento. Uma delas é procurar opiniões sobre produtos. Outra ação comum é verificar os meios de contato com a empresa.

Uma página no Facebook, por exemplo, sempre inspira confiança, assim como e-mail e telefone para contato.

3) Exigir a realização obrigatória de cadastro
Nem todos os compradores planejam continuar compradores. Alguns podem estar adquirindo seu produto para dar de presente a um amigo, ou pode não imaginar que tenha necessidade de voltar à sua página. Esta é uma decisão que deve ser respeitada. Por isso, pense duas vezes antes de exigir que o cliente se cadastre ou que informe dados pessoais em excesso. Facilitar a aquisição de seu produto pode fidelizar usuários.

4) Ignorar os custos de frete
Um dos fatores que conquista cada vez mais clientes para o e-commerce é o valor dos produtos, que costuma estar bem abaixo do preço estabelecido nas lojas físicas. Muitas lojas online, no entanto, não traçam planos para reduzir os custos de frete. Dessa forma, comprar em seus canais acaba perdendo uma das vantagens primordiais de comprar online, que é justamente economizar durante a compra.

5) Informações pouco precisas sobre o produto ou serviço
Outro aspecto que favorece as compras virtuais em relação ao processo tradicional de aquisição de produtos é a quantidade de informações disponíveis. Imagine uma loja física de departamento, por exemplo.

Nem sempre os vendedores estão aptos para demonstrar o mesmo nível de informação sobre produtos diferentes, como aparelhos de televisão e escovas rotativas. Na internet isso é muito diferente. Além do site em si, os consumidores têm acesso a um amplo leque de dados sobre o produto. Fazer com que um internauta deixe sua página para procurar informações sobre seu produto ou serviço em outra página pode significar perder esse cliente para a concorrência.

Portanto, seja preciso nas informações sobre os itens que vende. Nesse raro, a máxima de que “menos é mais” não se aplica.

Fonte: Administradores

veja também:

adwords

Como melhorar as vendas com o Google AdWords para e-commerce?

Por: Wallace Castro Você quer vender mais, economizar tempo e fazer CONTINUAR LENDO…

red bull

Marketing de Conteúdo te dá asas

Por: Renann Mendes Nunca fui muito fã de dar aulas, CONTINUAR LENDO…

shopping

Google Shopping: aprenda como usá-lo a seu favor

Por: Raquel Lisboa – Nuvem Shop É cada vez mais CONTINUAR LENDO…

email

Por que o marketplace é o assunto do momento no e-commerce?

O ano de 2017 está sendo marcado pela consolidação do CONTINUAR LENDO…

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

Calendário

 
JUL 25