Como fazer seu projeto mobile dar errado

em dez 02, 2014:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.
Views16
mobile-erros

Em quase dez anos de desenvolvimento mobile na Concrete Solutions, foram mais de 50 apps e outras dezenas de interfaces web mobile e responsivas. Fazer o produto mobile certo do jeito certo é uma trajetória dinâmica. Aprendemos todos os dias. Considerando esse cenário, destaco os dez maiores erros que você pode cometer quando decide fazer um produto mobile.

1. Não ter um PO

Em mobile, as expectativas do usuário são maiores e todos os ciclos de aprendizado e validação de hipóteses devem ser menores. Tudo o que usamos em desenvolvimento web é intensificado. Por isso, o papel do Product Owner é fundamental para manter a organização e o bom desempenho do time.

2. Fazer a API junto com o projeto e minimizar o risco do famoso “só falta integrar”

Quando a API não está pronta antes de começar o projeto, o desenvolvimento do produto pode demorar de duas a três vezes mais do que o necessário. A pergunta certa não é se a API está pronta, mas sim “alguém usa a API?”. A utilização de “mocks” é um artifício útil, mas para ser usado com muito cuidado. A integração é um processo extremamente importante, que se deixada para o final, dá errado e prejudica consideravelmente o projeto. O famoso “só falta integrar”.

3. Não ter um pipeline de desenvolvimento automatizado

Se você tem a parte de engenharia bem resolvida, estes projetos são desafiadores, sem isso é suicídio e falta de profissionalismo. É importante fazer integração contínua, entrega contínua, controle de dependências e tudo o que for possível para que um erro não apareça depois que o aplicativo já estiver disponível na App Store.

4. Não instrumentar sua aplicação

Um aplicativo com alto grau de qualidade exige diversas ferramentas para monitorar corretamente seu comportamento. As dimensões de Marketing (Adx, Flurry, Adjust), Appstore, Analytics (GA, TM), Crashes (ex: Crashlytics), Performance (Newrelic) precisam estar cobertas ou você vai estar dirigindo um avião com os olhos vendados.

5. Não ter um UX designer com experiência mobile no time

A experiência do usuário no mobile é totalmente diferente da web. Por isso, um profissional que entenda de exequibilidade e conheça os guidelines das diferentes plataformas é essencial para o sucesso do projeto. Este profissional vai ter um trabalho crítico de interagir com áreas de UX dos clientes ou agências externas, com as quais têm que negociar e traduzir os inputs dados por eles para algo exequível e que não atrapalhe o desenvolvimento do produto. Não estou nem falando do caso patológico de você não ter uma pessoa de UX no time (com ou sem experiência mobile), aí o desastre é quase tão certo quanto não ter PO.

6. Não fazer testes automatizados

De novo, é preciso fazer tudo o que for possível para que um erro não apareça depois que o aplicativo já estiver disponível na App Store, pois uma classificação negativa pode gerar muitos problemas irreversíveis. Neste sentido, é importante que todos os testes, sejam unitários, funcionais, de integração e sejam feitos em números adequados para garantir a qualidade. Projetos “customer facing” requerem sempre Mobile QA devs específicos. Não dá para deixar para o time que só vai cobrir bem testes unitários.

7. Esquecer do problema de aquisição, ativação e retenção

O sucesso de seu projeto mobile depende quase que totalmente do número de usuários e transações que você consiga. Pensar nas formas de aquisição e marketing e em como reter o seu cliente é uma preocupação que deve permear todo o gerenciamento do aplicativo.

8. Colocar desenvolvedores web para fazer mobile pela primeira vez sem apoio de desenvolvedores mobile experientes

Esse erro se autoexplica. O desenvolvimento mobile tem muitas diferenças do desenvolvimento web. Não é porque um desenvolvedor que trabalha com métodos ágeis é bom em web, ele necessariamente será bom em mobile. É preciso muito estudo, apoio e coaching de desenvolvedores mais experientes.

9. Ignorar product discovery

O processo de product discovery, não só antes como depois do primeiro release de produção é bastante importante. O desenvolvimento de um produto digital envolve três “fases”, que se complementam em um ciclo. É importante descobrir, desenvolver e gerenciar e as descobertas são feitas a todo momento.

10. Não fazer testes usando devices reais e 3G

Em pouquíssimo tempo, surgem diversos aparelhos e características novas em diferentes sistemas operacionais. Não considerar essa variedade, a velocidade e qualidade da conexão de seu usuário pode ser um erro fatal. Os testes automatizados têm que ser feitos em devices reais e não só nos emuladores. Adicionalmente é muito importante saber se o cliente que você está buscando consegue usar bem o seu aplicativo, esteja no wifi, no 3G ou no 4G.

Com isso, fechamos as dez coisas que você NÃO deve fazer se pretende ter um aplicativo mobile de sucesso. Entretanto, como já falado aqui, nosso aprendizado é diário e constante. Daqui a pouco tempo, podemos voltar aqui e acrescentar mais erros ou dicas de como desenvolver um aplicativo. Tem alguma dúvida? Já aprendeu alguma coisa que não está na nossa lista? Deixe aqui nos comentários.

POR IMASTERS

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

eNext Dashboard

eNext Dashboard

SLI Systems

SLI Systems

Calendário

 
JUL 25