Como o Brasil atrapalhou o Alibaba do outro lado do mundo

em ago 14, 2015:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.

As retrações dos mercados brasileiro e de outros emergentes podem atrapalhar os negócios de um gigante mundial? O Grupo Alibaba prova que sim.

A empresa chinesa de comércio eletrônico, dona dos sites AliExpress e Taobao, divulgou ontem o balanço do segundo trimestre, com vendas menores.

De abril a junho, a companhia teve uma receita de 81 milhões de dólares atribuída a mercados internacionais, valor 40% acima do mesmo período do ano anterior.

A porcentagem de crescimento, no entanto, foi a menor já registrada pela empresa entre resultados trimestrais – de janeiro a março, o aumento foi de 53%.

“O resultado se deve a desaceleração de demanda e significativa depreciação de moedas em alguns de nossos principais mercados, como Rússia e Brasil”, justificou a empresa em relatório.

De janeiro a junho, a receita total do grupo, incluindo as vendas na China, chegou a 3,2 bilhões de dólares, valor 28% maior em relação aos seis primeiros meses de 2014.

Porém, bem abaixo da média de 56% de crescimento registrado pela companhia nos últimos três anos.

Os números desagradaram os investidores que fizeram com que as ações da empresa caíssem mais de 6% na Nasdaq.

veja também:

adwords

Como melhorar as vendas com o Google AdWords para e-commerce?

Por: Wallace Castro Você quer vender mais, economizar tempo e fazer CONTINUAR LENDO…

red bull

Marketing de Conteúdo te dá asas

Por: Renann Mendes Nunca fui muito fã de dar aulas, CONTINUAR LENDO…

shopping

Google Shopping: aprenda como usá-lo a seu favor

Por: Raquel Lisboa – Nuvem Shop É cada vez mais CONTINUAR LENDO…

email

Por que o marketplace é o assunto do momento no e-commerce?

O ano de 2017 está sendo marcado pela consolidação do CONTINUAR LENDO…

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

Calendário

 
JUL 25