Como o Hotel Urbano alcançou R$ 800 milhões de faturamento em três anos

em fev 24, 2014:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.
Sócios do Hotel Urbano

Pegando carona na ideia de que internet era sinônimo de compra barata, nasceu, em janeiro de 2011, o Hotel Urbano, empresa de turismo online. “Queríamos criar audiência de pessoas com interesse em viajar”, diz Roberta Antunes Oliveira, sócia e vice-presidente de marketing e operações. Para crescer, a startup de serviços encarou o desafio de garantir a entrega do produto final. Desde o início, investiu em pesquisas de satisfação e montou uma equipe de qualidade, dedicada a visitar os parceiros e propor melhorias. “Só no ano passado, 400 parceiros fizeram melhorias a partir das nossas sugestões”, diz ela. “É isso o que garante que nosso crescimento seja sustentável porque precisamos muito da recompra.”

Outra estratégia foi a de posicionar a marca como agência para viajar o ano inteiro, gerando demanda e estimulando o turismo independetemente da sazonalidade do setor. “Identificamos, por exemplo, que um usuário mora em São Paulo e costuma sair para restaurantes no final de semana”, explica. “Sabemos que ele gasta, em média, R$ 300 com isso e oferecemos a ele um final de semana num resort em Paraty por R$ 400″, explica.

Trocando em números
O resultado de tudo isso? Em apenas três anos de operação, o Hotel Urbano,que tem entre os seus investidores o fundo americano Insight Ventures Partners desde abril de 2011, saltou de 5 funcionários para mais de 500, sem dar sinais de que esteja parando por aí. “Até o fim de 2014, devemos chegar a 600 pessoas”, diz Roberta. No mesmo período, ele somou nada menos que 4 mil parceiros,18 milhões de viajantes cadastrados e quase 5 milhões de diárias vendidas para hotéis, pousadas, flats, hostels e cruzeiros, dentro e fora do Brasil. Em cifras, tudo isso pode ser traduzido por uma estimativa de faturamento de R$ 800 milhões em 2014 – contra R$ 90 milhões faturados no primeiro ano de operação.

Para dar conta do recado, claro, o Hotel também precisou promover mudanças físicas. Ele deixou sua sede de 40 metros quadrados para se espalhar por 2 mil metros quadrados no Rio de Janeiro, mais um escritório em São Paulo e duas lojas conceitos próprias em shoppings.

Para completar, já alcançou quase 10 milhões de fãs no Facebook, o que faz da sua fapage a maior do segmento de viagens e turismo da rede social em todo o mundo, de acordo com a Socialbakers.

Além do digital
Para 2014, os planos são também audaciosos. Como se não bastasse a presença digital que a marca já tem, seu foco agora é aumentar sua lembrança também fora da internet. Para isso, a companhia já anunciou investimento de 100 milhões de reais em marketing online e offline e lançou, pela primeira vez, uma campanha com filmes para a TV, criada pela Artplan, com o mote “Não seja um Turistão, seja um Viajante Hotel Urbano”, que estreou em janeiro, no intervalo da novela Amor à Vida, da TV Globo. Os resultados Roberta ainda não tem na ponta da língua – “mensurar o retorno de TV é um desafio para a gente”, diz – mas grante que o interesse por “Hotel Urbano” no Google já aumentou.

Fazer acontecer
Por fim, para quem ficou interessado nas vagas do Hotel Urbano, Roberta dá uma dica. “Estamos sempre contratando profissionais de TI e também temos vagas para atendimento e head de marketing e qualidade”, diz. Detalhe: grande parte das oportunidades agora é para profissionais seniores. “Independentemente da vaga, nós estamos construindo a empresa todos os dias e buscamos gente que queria fazer acontecer numa empresa informal e horizontal.”

Fonte: Proxxima

veja também:

adwords

Como melhorar as vendas com o Google AdWords para e-commerce?

Por: Wallace Castro Você quer vender mais, economizar tempo e fazer CONTINUAR LENDO…

red bull

Marketing de Conteúdo te dá asas

Por: Renann Mendes Nunca fui muito fã de dar aulas, CONTINUAR LENDO…

shopping

Google Shopping: aprenda como usá-lo a seu favor

Por: Raquel Lisboa – Nuvem Shop É cada vez mais CONTINUAR LENDO…

email

Por que o marketplace é o assunto do momento no e-commerce?

O ano de 2017 está sendo marcado pela consolidação do CONTINUAR LENDO…

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

Calendário

 
JUL 25