Dobra número de brasileiros que vão pesquisar preço antes de comprar presente para o dia das mães

em mai 03, 2016:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.

Cerca de 80% dos brasileiros admitem que vão pesquisar preço antes de ir às compras do Dia das Mães neste ano. O percentual praticamente dobrou em relação a 2015, segundo pesquisa realizada pelo Ibope.

Carolina Rocha, gerente de insight do Google, empresa que encomendou a pesquisa, disse que esse dado chamou atenção e que é um reflexo da atual situação econômica do País.

— Saltou de 41% para 80% o número de pessoas que afirmam que vão pesquisar preço, seja em sites de busca ou lojas online e lojas off-line. As pessoas estão pesquisando em vários canais para ter a melhor decisão de compra. Significa que as pessoas estão muito conscientes da limitação do dinheiro delas e que elas precisam fazer um uso muito eficiente disso.

Assim como em outras datas, o comércio eletrônico vem na contramão das lojas tradicionais. As compras feitas pela internet deverão movimentar R$ 2,2 bilhões nesse Dia das Mães, segundo a ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico). Se confirmado, o valor representará crescimento de 8% desse tipo de venda em relação ao ano passado.

Também cresceu o valor médio que o brasileiro pretende gastar com os presentes de Dia das Mães: R$ 467, ante R$ 406 em 2015. A pesquisa ainda revelou que muitas pessoas planejam presentear mais de uma mulher, que pode ser mãe, sogra, avó.

A gerente de insight do Google explica que o aumento do tíquete médio abarca somente uma parcela da sociedade.
— Estamos falando de classes A, B e C, internautas que fizeram uma compra recente, que pretendem comprar… É claro que é um patamar alto perto do salário mínimo, mas o tíquete médio do e-commerce [compras pela internet] é de R$ 400. […]O que a gente tem percebendo é que tem umas faixas da população que não foram tão afetadas pela crise, então, o tíquete médio continua alto.

Esse valor médio mais alto se deu principalmente pelo fato de muitos entrevistados terem a intenção de presentear a mãe com produtos mais caros, como eletrônicos e eletrodomésticos. Destacam-se os smartphones, cujo tíquete médio gira em torno de R$ 1.000, segundo Carolina.

A categoria que mais aparece na intenção de compra é moda, seguida de beleza, com destaque para perfume, e de lembranças, como chocolates e flores. Viagem é um item que também foi citado pelos entrevistados.

O Google percebeu também que um terço das mães indica aos filhos e maridos o que gostaria de ganhar. Elas estão cada vez mais utilizando a internet para pesquisar. Segundo a empresa de tecnologia, 32 milhões de mães estão conectadas em todo o País.

Fonte: R7

veja também:

Como obter um diferencial e recompensar os clientes do seu e-commerce

Por: Alejandro Vásquez, cofundador da Nuvem Shop e diretor de CONTINUAR LENDO…

artigo-conteudo3

Geração “Y” de consumidores demanda muita atenção de varejistas

Por: Juan Pablo Uma estratégia móvel robusta nos dias atuais CONTINUAR LENDO…

Consumidores multicanal: a nova tendência do varejo

Por: Pedro Ivo Martins O consumidor mudou, online e offline CONTINUAR LENDO…

artigo-conteudo

5 métricas fáceis de analisar que ajudam a crescer uma fan page

Por: Camila Porto As principais dificuldades apresentadas pelos empreendedores e CONTINUAR LENDO…

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

Calendário