É a vez do e-commerce de pets

em out 28, 2016:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.
artigo-conteudo

Se antes a praticidade de comprar produtos para os animais de estimação estava no momento de levá-los para tosa e banho, a internet tem mudado esse hábito. Tem crescido no mercado online a venda de produtos para pets no e-commerce e, de acordo com quem está na área, a receita desse tipo de negócio aumenta até 35% ao ano, mesmo neste momento de crise por qual passa a economia brasileira.

Pesquisa realizada pelo Cuponomia –  portal que reúne cupons de desconto dos principais players do comércio eletrônico do país –  mostrou que a busca por itens para pets aumentou em 80% no Brasil nos últimos dois anos. Entre os produtos mais procurados estão ração, roupas, coleiras, casinhas para cachorros e brinquedos.

“Esse crescimento nos chamou a atenção pois está acima do mercado”, comenta Antônio Miranda, CEO do Cuponomia. Ele ressalta que tem acompanhado a crescente demanda, no meio digital, por produtos como celulares e eletroeletrônicos, e os de pets começaram a se destacar. “Para esses itens eletrônicos, o crescimento é na faixa de 20%, sendo que para os animais de estimação a alta tem sido de até 35%”, compara.

Na opinião de Miranda, o principal fator que justifica esses números é a economia, uma vez que, nas compras pela internet, os consumidores podem comparar os preços entre os petshops com maior facilidade e usar os cupons de descontos oferecidos pelas lojas virtuais para conseguir um abatimento no valor do pedido. “É um tipo de negócio que demorou mais para migrar para o meio virtual, já que é hábito do consumidor comprar esses produtos quando estiver na loja física. Mas os preços são mais vantajosos no comércio eletrônico e, por isso, a demanda por lá tem sido maior”, afirma.

Expansão

O gerente do e-commerce da Petz, Daniel Nepomuceno, confirma as estatísticas. Ele conta que a empresa, que começou em 2002 com lojas físicas no país, inclusive em Belo Horizonte, está acompanhando a expansão das vendas pelo e-commerce. “O mundo físico tem uma demanda maior, mas a taxa de crescimento da nossa loja virtual é muito mais acentuada”, observa.

Para se ter uma ideia, as vendas no site superaram, ainda em setembro, a receita prevista para o fim do ano. “Usamos uma ferramenta que busca o melhor preço de determinado produto na concorrência e procuramos cobrir a oferta”, revela.

Nepomuceno destaca que as compras pelo site não saem abaixo de R$ 200 por cliente. “Há um número de animais elevado no país que já ultrapassou os 40 milhões. É um mercado muito bom”, afirma.

Cupons

Uma outra forma de conseguir preços melhores nesse e em outros mercados é por meio de cupons. Segundo comenta Antônio Miranda, CEO da Cuponomia, a empresa conta atualmente com 2 mil lojas cadastradas que oferecem cupons de descontos que vão de 2% a 40%. “Para usá-los é muito simples para o consumidor. Basta copiar o código do cupom e colar no seu carrinho de compras da loja escolhida. Não precisa fazer nenhum cadastro na Cuponomia nem pagar nada por isso”, esclarece.

As lojas que oferecem o desconto é que pagam uma comissão à Cuponomia referente às vendas geradas. Atualmente,  o número de cupons usados em pets online cresceu aproximadamente 30% neste ano e, para acompanhar o ritmo da demanda, as lojas também têm aumentado a quantidade de cupons de descontos oferecidos. A Petlove, por exemplo, que há dois anos oferecia cerca de quatro cupons de descontos por mês, hoje chega a ter pelo menos nove.

Fonte: Big Idea

veja também:

Como obter um diferencial e recompensar os clientes do seu e-commerce

Por: Alejandro Vásquez, cofundador da Nuvem Shop e diretor de CONTINUAR LENDO…

artigo-conteudo3

Geração “Y” de consumidores demanda muita atenção de varejistas

Por: Juan Pablo Uma estratégia móvel robusta nos dias atuais CONTINUAR LENDO…

Consumidores multicanal: a nova tendência do varejo

Por: Pedro Ivo Martins O consumidor mudou, online e offline CONTINUAR LENDO…

artigo-conteudo

5 métricas fáceis de analisar que ajudam a crescer uma fan page

Por: Camila Porto As principais dificuldades apresentadas pelos empreendedores e CONTINUAR LENDO…

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

Calendário