E-commerce do segmento infantil dobra faturamento

em out 16, 2017:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.
imagem3

Um dos segmentos que mais se destaca no comércio eletrônico é o de artigos para o mercado infantil. De acordo com dados da Loja Integrada, plataforma para criação de lojas virtuais, mo primeiro semestre de 2017, o nicho faturou cerca de R$11,5 milhões, o dobro do que foi registrado no mesmo período do ano passado. O número de vendas realizadas também cresceu 117% – foram mais de 58 mil pedidos em 2017.

“Para quem pretende investir no e-commerce, optar por produtos do nicho que mais se identifica é uma aposta inteligente. Outra dica é identificar um diferencial para a loja, fazendo com que ela se destaque dos demais concorrentes”, explicou Breno Nogueira, especialista em comércio eletrônico e Head da Loja Integrada.

Rodrigo de Albuquerque, dono da loja virtual Pijaminhas Kids, é uma dessas pessoas a apostar nos nichos. Sua família já vendia pijamas infantis sob encomendas para conhecidos e familiares e, com o sucesso dos produtos, decidiu utilizar a internet para alavancar ainda mais as vendas.

Lançada no ano passado, a loja online também é vista como uma solução para passar mais tempo com seus dois filhos. “A flexibilidade de horário é, para mim, a parte mais importante de ter um negócio próprio. Com isso, posso levar e buscar as crianças na escola, por exemplo, e participar mais do dia a dia deles”, contou.

Expectativa
As projeções feitas por órgãos de análise do mercado para o Dia das Crianças em 2017 são positivas. De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), espera-se um faturamento na casa dos R$ 2,1 bilhões.

No total, a expectativa é que as lojas virtuais brasileiras recebam oito milhões de pedidos, com tíquete médio de R$ 269. As categorias mais buscadas devem ser “Brinquedos”, “Eletrônicos”, “Moda e Acessórios”, “Informática” e “Esporte e Lazer”. A estimativa leva em conta as compras realizadas entre os dias 25 de setembro e 11 de outubro.

Já segundo o SPC Brasil e a CNDL, 75% dos brasileiros devem ir às compras na data, considerando o varejo como um todo. O percentual se mantém elevado em todas as classes sociais e sobe para 89% entre entrevistados das classes A e B.

Fonte: Ecommerce Brasil

veja também:

adwords

Como melhorar as vendas com o Google AdWords para e-commerce?

Por: Wallace Castro Você quer vender mais, economizar tempo e fazer CONTINUAR LENDO…

red bull

Marketing de Conteúdo te dá asas

Por: Renann Mendes Nunca fui muito fã de dar aulas, CONTINUAR LENDO…

shopping

Google Shopping: aprenda como usá-lo a seu favor

Por: Raquel Lisboa – Nuvem Shop É cada vez mais CONTINUAR LENDO…

email

Por que o marketplace é o assunto do momento no e-commerce?

O ano de 2017 está sendo marcado pela consolidação do CONTINUAR LENDO…

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

Calendário

 
JUL 25