E-commerce impõe novas estratégias

em ago 07, 2013:por

Anna Wagner

Cursa Publicidade e Propaganda na Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado. Atua desde 2012 na área de marketing, trabalhando com Startups na área de e-commerce e e-service. Atualmente é responsável pelo marketing na eNext Consultoria em E-commerce.
frete-gratis-e-commerce

O crescimento das vendas online está criando um desafio para o setor de transportes: atender a uma demanda crescente em meio a obstáculos cada vez maiores à circulação nos grandes centros urbanos. Com aumentos nas vendas superiores a 20% ao ano, o e-commerce tem levado muitas transportadoras a realizar investimentos estruturais para dar conta da demanda.

A Direct, uma das principais empresas do ramo, adquirida pela Tegma Gestão Logística em 2011, desembolsou R$ 9 milhões em 2012 para colocar em funcionamento um sistema de esteiras automatizadas chamado CrossBelt Sorter. Instalado na unidade de Barueri, na Grande São Paulo, o sistema permitiu ampliar em quatro vezes a capacidade de operação da companhia, ao movimentar até 8 mil itens por hora. A empresa também passou por uma renovação de frota, com a compra de cem furgões para a Direct em 2011.

Com clientes como B2W (Submarino e Americanas, Saraiva, Netshoes e Ponto Frio, a Tegma é considerada o maior courier privado brasileiro. O e-commerce representa 10% do faturamento, diz o presidente da companhia, Gennaro Oddone. “A compra da Direct foi uma oportunidade para entrar nesse segmento de e-commerce, que cresce 25% ao ano”, diz Oddone. “É um segmento que ainda não atingiu a maturidade e vai continuar crescendo.”

Para enfrentar as barreiras à circulação nos grandes centros – principalmente na cidade de São Paulo, onde além do trânsito existem áreas restritas para a circulação de caminhões -, a empresa tem procurado descentralizar e ampliar o número de centros de distribuição. Outro recurso tem sido a busca por entrega em horários “alternativos”, ou seja, além do horário “comercial”.

Outra que está investindo em um novo centro de distribuição é a Total Express. A empresa tem passado por algumas mudanças na diretoria. Caberá ao recém-contratado diretor de operações Ives Uliana a tarefa de tocar a implantação do no hub. A Total tem como principais clientes operadores de comércio eletrônico como Walmart, Saraiva, B2W, Sack’s, Magazine Luiza, Máquina de Vendas, Nova, Privalia e Comprafacil.

Já a DHL Express tem ampliado suas revisões periódicas de rota para melhorar o desempenho das entregas, afirma a diretora de operações, Mirele Mautschke. Com forte foco no comércio internacional, a DHL vem assistindo a um aumento de 10% a 15% na demanda por ano, especialmente em 2011 e 2012, devido às importações diretas feitas pelos brasileiros. Pesquisa realizada pela Nielsen divulgada este mês revela que o consumidor brasileiro efetuou compras de R$ 2,6 bilhões em sites internacionais no ano passado. A pesquisa indica que, a se manter o atual ritmo, as compras online no exterior podem chegar a R$ 16,8 bilhões em 2018.

A DHL implantou um “cabide de entrega”, que consiste em deixar um aviso para o destinatário da encomenda caso ele não se encontre no local da entrega. O aviso permite que o destinatário entre em contato para agendar uma segunda tentativa de entrega. A empresa tem como regra tentar uma entrega três vezes antes de devolver a encomenda. O horário estendido também faz parte das práticas adotadas. A empresa também utiliza um sistema de verificação de endereços para minimizar problemas de endereçamento errado, o chamado “bad address”.

Além dos problemas cotidianos, as empresas enfrentaram em junho uma onda de manifestações que afetou o desempenho e gerou custos. Cálculos da Braspress, que realiza 8 mil entregas por dia, indicam que a perda de produtividade em junho em relação ao mesmo mês de 2012 foi de 12% a 15%. Na Tegma houve aumento dos gastos com horas extras e absenteísmo, mas as entregas não foram prejudicadas, diz Oddone.

Fonte: Valor Econômico

 

veja também:

m-commerce

Como o e-commerce deve se preparar para vender via dispositivos móveis

*Por Leandro Ginane Uma pesquisa da Return Path aponta que CONTINUAR LENDO…

ecommerce-tag-page

Satisfação no e-commerce está ligada à entrega do produto

As empresas que vendem produtos na internet precisam estar atentas CONTINUAR LENDO…

relc3b3gio

Como a sensação de urgência pode ajudar o seu E-commerce?

Os sites de E-commerce podem utilizar a sensação de urgência CONTINUAR LENDO…

calendario

Como manter os preços competitivos durante as datas sazonais

Por Roberto Assef* Datas comemorativas  são extremamente importantes para as CONTINUAR LENDO…

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

Calendário

 
JUL 25