E-Marketplace: O Melhor Custo-Benefício para iniciar um e-commerce

em set 14, 2016:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.

O que é um e-Marketplace?

Por definição, de forma bem simples, podemos dizer que é um site onde produtos e serviços de vários vendedores são ofertados e até comercializados.

E como funciona?

Geralmente são focados em nichos e segmentos de mercado específicos, porém os modelos comerciais podem variar bastante: comissionamento sobre vendas, pay-per-click ou até um valor fixo por anúncio ou mensalidade.

Exemplos: WebMotors – Carros, WebPesados – Máquinas e Veículos Pesados, ImovelWeb – Compra e Aluguel de imoveis, Aluguetemporada – Aluguel de imóveis para temporada, EstanteVirtual – Livros seminovos e usados entre tantos outros.

Mas é importante destacar que, ao procurar atender uma necessidade bem específica, muitas vezes como um “especialista” no assunto, os e-marketplaces tem dois grandes pontos fortes:

1) Que sua Marca se torne uma Referência para seus usuários. A partir do momento em que o usuário tem uma experiência única para uma necessidade específica, dependendo do nível de relevância no seu dia-a-dia, temos o start de uma relação direta entre MARCA e USUÁRIO.

2) Que seu volume de conteúdo específico se destaque nos motores de busca. Ou seja, este não será um site com “um pouco de tudo”, mas sim com “muito sobre alguma coisa”. E sabendo da tendência dos buscadores mostrarem em seus resultados, páginas de domínios rankeados como relevantes do ponto de vista do usuário(desconsiderando aqui a qualidade do código HTML da página – que claro é fundamental), naturalmente este e-marketplace terá melhor posicionamento frente aos sites mais genéricos.

E porque pode ser bom para quem está iniciando um e-commerce?

Se você está um iniciando um e-commerce profissional, investindo em uma equipe de especialistas, contratando empresas prestadoras de serviço de alto nível, com um plano de negócios bem definido, e ainda está realmente focado nesta nova operação, converse com sua equipe de Marketing Digital e considere participar de alguns e-marketplaces como parte de sua estratégia.

Mas se você está dando os primeiros passos para montar sua loja virtual, ainda inseguro no “como” e “onde” investir, seja devido ao grande volume de informação disponível no mercado, seja pelos diferentes “conselhos”, “dicas” e propostas recebidas com uma variação de preços que você não consegue entender o porque, sugiro refletir atentamente sobre os pontos abaixo:[optinlocker]

infografico-e-marketplaces-vs-ecommerce

Iniciar por uma Loja Virtual

– Maior investimento inicial (Projeto, Layout e Sistema de e-commerce)

– Alto custo para divulgar sua loja virtual na internet (Além de ser um custo mensal a ser avaliado, vale lembrar que acertar na contratação deste serviço fará toda a diferença entre o Bom e o Péssimo Negócio)

Iniciar por um E-MarketPlace

– Menor investimento e tempo de lançamento da operação (Alguns e-marketplaces até publicam seus produtos imediatamente, mas mesmo os mais complexos, que exigem mais configurações para a sua loja, possuem prazo de ativação muito curtos)

– Pacote de mídia Pronto (É como estar em um Shopping Center Virtual, que já possui seu plano de mídia em andamento e fluxo de visitantes contínuo onde seu objetivo será atrair atenção destes visitantes para o seu negócio, o que certamente será mais fácil e barato do que buscar visitantes em toda a internet, um universo muito amplo. Vale ressaltar que os e-marketplaces, aqui chamados de “Shopping Center Virtual” já possuem pacotes de “Destaque”, o que trará resultados mais palpáveis a um custo muito mais interessante)

E o melhor:

– Você terá um cenário propício e tempo para aprender com uma operação on-line antes de montar sua própria Loja Virtual (Ou seja, como em um e-marketplace seu trabalho estará focado em CADASTRAR e DESTACAR PRODUTOS e ATENDER SEUS PEDIDOS, terá a oportunidade de aprender na prática sobre a importância do título, descrição de produtos e qualidade das fotos, tempo de atualização e gestão de custos na logística de entrega, além do atendimento e manutenção dos clientes na web, e assim ter mais chances de acertar nas novas escolhas que virão com sua própria loja virtual)

É verdade que o seu negócio terá de dividir espaço com outras empresas que também querem atenção dos mesmos visitantes que você, mas acredite: aprender a atrair a atenção destes visitantes dentro de um ambiente específico e controlado, será mais fácil e barato do que ir para “toda a internet” sem a devida bagagem e suporte necessários.

“A internet é um grande universo de possibilidades, porém entender de forma clara o que se quer deste Universo, pode fazer toda a diferença nas suas escolhas.” (Miro)

Fonte: EcommerceNews

veja também:

Como obter um diferencial e recompensar os clientes do seu e-commerce

Por: Alejandro Vásquez, cofundador da Nuvem Shop e diretor de CONTINUAR LENDO…

artigo-conteudo3

Geração “Y” de consumidores demanda muita atenção de varejistas

Por: Juan Pablo Uma estratégia móvel robusta nos dias atuais CONTINUAR LENDO…

Consumidores multicanal: a nova tendência do varejo

Por: Pedro Ivo Martins O consumidor mudou, online e offline CONTINUAR LENDO…

artigo-conteudo

5 métricas fáceis de analisar que ajudam a crescer uma fan page

Por: Camila Porto As principais dificuldades apresentadas pelos empreendedores e CONTINUAR LENDO…

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

Calendário