Escolha seu modelo de operação logística para comércio eletrônico

em jan 13, 2012:por

Dante Lima

Formado em Administração de Empresa pela FAAP e com Pós Graduação em finanças pela Insper – SP. Professor de e-commerce na Internet Innovation. Sócio da enextgroup, responsável pela Uber Digital. Tem histórico de clientes como: Arezzo/Schutz, Telhanorte, RaiaDrogasil, Gallerist, LelisBanc, Enjoei, Mash, Meu Amigo Pet, entre diversos outros.
Views306
logistica

Muitos varejistas ficam em dúvida no momento de decidir entre deixar seus estoques dentro de casa se responsabilizando por toda a operação logística, ou entregar seus produtos para empresas especializadas, terceirizando a operação.

Para auxiliar nesse processo decisório, foi feita uma análise qualitativa, levando em consideração os prós e contras em cada ambiente.

Segue abaixo comparativo qualitativo com prós e contras:

Comparativo Estoque Próprio x Estoque Terceirizado

Vantagens Estoque Próprio:

1)      Menor custo – Os custos operacionais para manutenção de um estoque próprio são menores do que os custos de um estoque terceirizado. Aqui, não estão sendo levados em consideração os investimentos em: armazém, iluminação, cabeamento, câmeras de segurança, posição pallets, prateleiras, sistema WMS, computadores, etc. Apenas comparativo de custos operacionais.

2)      Conhecimento do produto – Ninguém conhece melhor do produto do que o próprio varejista. Esse conhecimento, é levado para o estoque próprio, e muito utilizado para os momentos de recebimento de mercadorias e troca e devolução, principalmente.

3)      Garantia de qualidade dos serviços prestados – É mais fácil garantir dentro de casa o controle e qualidade de uma operação do que gerenciando um terceiro. Um estoque terceiro irá cumprir um SLA e tratar pedidos como números. Dentro de casa, é mais fácil tratar cada pedido como um cliente específico.

4)      Flexibilidade – No seu próprio estoque, é mais fácil alterar um processo de recebimento, mudar um horário de coleta de transportadora, trocar peças da equipe. Em um estoque terceirizado, isso fica na mão do prestador de serviço, que já possui seus próprios processos utilizados em vários clientes.

Desvantagens Estoque Próprio:

1)      Dificuldade Administrativa e Operacional – A primeira grande dificuldade encontrada no estoque próprio é a formação da equipe. Isso pode vir a se tornar um ônus trabalhista futuramente, além de gerar trabalho administrativo. Operacionalmente, podem existir problemas também caso haja mal treinamento, pessoas desqualificadas.

2)      Possível dificuldade para crescimento do estoque – Caso o tamanho estoque e/ou espaço do armazém tenham sido mal mensurados, pode haver um problema grave. Em estoques terceiros, o crescimento é mais fácil de ser manipulado, uma vez que operadores logísticos têm grandes armazéns.

3)      Preocupação com segurança – O varejista deve-se preocupar mais com questões de segurança caso suas mercadorias estejam em estoque próprio. Em operadores logísticos, existe normalmente forte esquema de segurança, além de apólice de seguros contra roubos e extravios.

4)      Depreciação de equipamentos e manutenção – Os ativos sofrem depreciação, e deve sofrer constante manutenção, problema não enfrentado em casos de estoque terceirizado;

5)      Maior curva de aprendizado – Os operadores logísticos já possuem experiência em todos os processos do e-commerce, por ter em seu core business a execução deles. Desenvolvendo estoque próprio, o varejista passa por período de aprendizado, até dominar com tranquilidade os processos.

6)      Ônus trabalhista – O pessoal responsável pela operação logística pode trazer problemas trabalhistas. Coisa que não acontece em estoque terceiro, já que essa responsabilidade fica com o prestador de serviços.

Vantagens Estoque Terceirizado:

1)      Facilidade Administrativa e Operacional – Contratando um terceiro, há apenas uma entidade para cobrar, o próprio contratado. Diferente do estoque próprio, onde há equipe para gerir.

2)      Facilidade de Crescimento de Itens de Estoque – A questão da escalabilidade deve ser levada em consideração. Normalmente as empresas terceirizadas possuem grandes galpões e espaço para crescimento da operação. É mais fácil ganhar escala.

3)      Menor curva de aprendizado – Já sabem os processos e fazem rotineiramente, novas operações apenas entram no fluxo.

4)      Menor treinamento – Não é dado quase nenhum treinamento, apenas sobre peculiaridades de produtos, caso existam.

Desvantagens Estoque Terceirizado:

1)      Diminuição de margem – Todo o serviço prestado pelo operador tem um preço, esse valor diminui a margem do varejista;

2)      Alta complexidade logística para o caso de mudança para estoque próprio – Uma vez dentro de uma operação de terceiro, fica difícil sair sem ter alguns problemas. Vale lembrar que a operação de e-commerce é diferente das lojas físicas, o site está no ar vendendo 24 horas por dia. Interromper uma operação em funcionamento requer muita cautela para minimizar perdas e insatisfação de clientes.

3)      Pouco conhecimento do mercado e produto – Quem entende do produto é o varejista, não o operador logístico. Por mais que sejam feitos treinamentos para aperfeiçoamento da equipe, o estoque dentro de casa garante melhor manuseio dos produtos.

4)      Processos mais engessados – As operadoras possuem seus próprios processos, que utilizam para vários clientes de diferentes segmentos. Esses processos são engessados, uma vez que são compartilhados entre várias operações. É difícil mudar ou inovar desse modo.

Quantitativamente, é mais barato operacionalmente ter seu estoque manuseado dentro de casa. (Não levando em conta investimentos com imóvel, ativos, software wms, etc).

Outro ponto importante a se destacar no comparativo é a questão da contratação de pessoal, terceirizando a operação, todos os encargos ficam por conta do contratado, inclusive quaisquer ônus que venha a ter.

Levando em conta todos esses fatores, o varejista deve colocar como métrica também a questão do atendimento ao consumidor. Tendo a operação em suas mãos, ganha-se em agilidade no momento do recebimento e expedição de mercadorias, processo de trocas e devoluções, tendo em vista que a avaliação do produto devolvido se dá de maneira mais assertiva por equipe que tenha o conhecimento do produto.

Há empresas logísticas especialistas em operações de e-commerce: CNT Log, Completa Log, Keepers, Direct Log, entre outras.

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

One Comentários

  1. Parabénspela matéria!
    Vamos continuar trabalhando em parceria, assim poderemos crescer juntos, né Gabriel, Danilo e Dante???!!! rsrsrsr

    Arigatô!

    Célia Regina
    11 9184.3936

eNext Dashboard

eNext Dashboard

SLI Systems

SLI Systems

Calendário