Gestão de tempo além do escritório

em fev 06, 2015:por

Guilherme Santos

Formado em Informática para Gestão de Negócios na FATEC-JD, trabalha há 3 anos com desenvolvimento de software e hoje é idealizador de uma startup de aplicativos e de uma empresa de soluções web fundada em 2012, além de atuar como desenvolvedor Java na Next Target.
Views10
multitasking

É óbvio que o termo gestão pode ser inserido em diversos contextos e na maioria das vezes, leva com ele conceitos fundamentais que podem ser aplicados de forma independente quando comparados à situação. Sem sombra de dúvida, a gestão de tempo está presente – se não em todos – pelo menos na maioria dos processos que envolvem administração.

Isso se deve ao objeto da gestão em si: o tempo. O tempo é valioso. Corre igual para todo mundo e o que se perde dele não se recupera tão fácil. O timing, ou ‘quando’, muitas vezes se torna mais importante do que ‘o que’ ou ‘quem’. Saber administrar bem o tempo é crucial para o sucesso de qualquer atividade.

Mesmo assim, as frases que mais escutamos são: “não tenho tempo para isso”. “Está corrido demais, não vai dar“ e até mesmo “ainda temos muito tempo, fique tranquilo.” Como resultado o que se obtém são pessoas vivendo no automático, sempre correndo contra o tempo que elas mesmas não conseguem gerir.

Foco

Um dos principais pontos que levam a esse comportamento é a crença irreal de que conseguimos fazer várias coisas ao mesmo tempo. Não conseguimos. De acordo com um estudo de Suzana Herculano-Houzel, neurocientista do Instituto de Ciências Biomédicas da UFRJ, você pode até fazer várias coisas ao mesmo tempo, mas não fará direito, ou seja, terá um déficit de qualidade e consequentemente vai levar mais tempo para fazer.

Então o primeiro passo para uma administração eficiente de tempo é: foco. Fazer uma coisa de cada vez para fazer o mais rápido possível.

Porém, com a solução, vem outro problema: o que fazer primeiro? Sendo que vivemos num mundo onde tudo tem que ser pra ontem e a velocidade se torna mais importante que a qualidade? Para responder, é interessante lembrarmos do Princípio de Pareto, ou Princípio 80-20. Basicamente, ele diz que 20% das ações de um sistema são responsáveis por 80% das reações. Ou seja, 20% do que você faz corresponde à 80% dos resultados.

Priorize

Seguindo esse princípio, vemos que a definição de prioridades é essencial para uma gestão de tempo eficiente. O que é mais vantajoso fazer primeiro? O que, mesmo sendo “urgente”, pode ser deixado para um segundo momento?
Sabendo disso, fica fácil aplicar não só no âmbito profissional, mas na vida pessoal como um todo, no intuito de extrair o máximo possível do tempo que temos.

O tempo não passa mais rápido do que passava há mil anos atrás. Nós que estamos incluindo cada vez mais atividades no cotidiano e não estamos planejando como executar tudo isso. Precisamos sempre melhorar, progredir e evoluir, mas lembrando sempre daquele velha frase que os avós diziam e que hoje não é lembrada no mar de tecnologia e “velocidade” no qual vivemos: “uma coisa de cada vez”.

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

eNext Dashboard

eNext Dashboard

SLI Systems

SLI Systems

Calendário

 
JUL 25