Google AdWords: principais funcionalidades da ferramenta.

em jul 24, 2013:por

Marcio Isidoro

Formado em Administração de Empresa, Pós-Graduado em Gestão e Estratégia para E-commerce pela BSP, já trabalhou na área de marketing das empresas Gimba.com e dp6, atualmente trabalha na eNext como Gerente de Projetos Digitais.
Views68
25022013

O Google AdWords é hoje a principal ferramenta de publicidade online do mundo e representa mais de 90% do faturamento do Google.

Lançado em 2005, o Google AdWords iniciou a operação apenas com o possibilidade de criar campanhas na rede de pesquisa no Google, o que chamamos hoje de Links Patrocinados.

Ao longo destes 8 anos, a ferramenta evoluiu bastante. Hoje, podemos criar campanhas de marketing na Rede de Pesquisa do Google, na Rede de Display, no YouTube e também traçar estratégias de Remarketing.

 

Funcionalidades do Google AdWords

 

Rede de Pesquisa

Links Patrocinados: É hoje a ferramenta mais utilizada de de todas do AdWords. O serviço usa o sistema de publicidade por Custo por Clique (CPC) que consiste em anúncios em forma de links encontrados, principalmente, nos mecanismos de pesquisa relacionados às palavras-chave que o internauta está pesquisando. Hoje em dia, as campanhas podem ser segmentadas por região (país, estado ou cidade), horário e até por dispositivo.

PLA: Lançada em 2012, o PLA é uma ferramenta que vem dando um resultado ótimo para os anunciantes. Normalmente os anúncios aparecem no lado direito do resultado de uma pesquisa feita no Google com uma imagem, preço e breve descrição. Ela também utiliza o sistema de Custo por clique.

DSA: O Dynamic Search Ads, ou Anúncios Dinâmicos da Rede de Pesquisa é uma ferramenta perfeita para e-commerce que tem milhares de SKUs e não tem tempo para criar campanhas, grupos de anúncios e palavras-chave para cada SKU. Com o DSA você simplesmente coloca a URL do seu site, e o Google escaneia sua página e cria os anúncios automaticamente, de acordo com o termo pesquisado.

 

Rede de Display

A Rede de Display Google é uma rede de publicidade com mais de 2 milhões de sites parceiros do Google. No Brasil, a rede atingi 95% de toda a internet. Normalmente os e-commerces utilizam a rede para fazer o branding ou para anunciar alguma ação promocional. Para conseguir ter um retorno melhor, é recomendado fazer uma boa segmentação, pois a ferramenta dá a possibilidade de segmentar por Idade, Sexo, Tópicos, Interesses, ou até selecionar sites/canais específicos.

 

YouTube

Atualmente, o YouTube é o segundo maior rede de pesquisa do Brasil, ficando atras do Google. Dentro do AdWords, você consegue fazer dois tipos de anúncios para vincular no YouTube.

In-Stream: São os anúncios em vídeo, de 15 ou 30 segundos, que aparece antes de iniciar a exibição de um vídeo no YouTube, muito bom para ações de branding ou para ações promocionais pontuais, e você só paga se a pessoa visualiza o anúncio inteiro!

TrueView na pesquisa: Parecido com Links Patrocinados, seus anúncios aparecem de acordo com o termo pesquisado no YouTube, normalmente são anúncios direcionados para algum vídeo dentro do YouTube.

 

Remarketing:

Imagens/Banners: Com o Remarketing, você pode alcançar as pessoas que visitaram páginas específicas em seu site anteriormente, quando elas visitarem outros websites da Rede de Display do Google ou usarem a Pesquisa do Google. Exemplo: Você consegue mostrar um banner de Smartphone para pessoas que visitaram a categoria “Smartphones” em seu site.

Remarketing Dinâmico: Já visitou um sapato, e depois, ele começou a aparecer em todos os lugares? É exatamente isso que o Remarketing Dinâmico do Google faz, ele consegue captar a informação dos produtos que as pessoas visitaram em seu site, e cria um banner automaticamente para elas.

 

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

eNext Dashboard

eNext Dashboard

SLI Systems

SLI Systems

Calendário

 
JUL 25