Login social é a coisa certa para o e-commerce?

em fev 07, 2014:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.
Views853
SOCIALOGI

Jared Spool, referência em usabilidade mundial, fez um estudo sobre uma loja online avaliada em US$25bi (provavelmente Amazon) descobriu que 45% de seus consumidores possuem registros múltiplos, alguns com até 10 diferentes – graças a inabilidade de lembrar-se de senhas cadastradas.

Ofertando um checkout de visitante sua conversão aumentou em 45% – porém lá em 2009, antes do login social dar as caras e oferecer cadastro com 1 clique.

Facebook, Twitter, Google+, Gmail, Instagram e a maioria das grandes mídias sociais suportam o plugin de login social, e sua penetração está crescendo na web. Mas será que elas são apropriadas para o e-commerce?

Logins sociais reduzem a fragmentação

Vamos falar a verdade, todos nós sofremos com tantas senhas para lembrar. De acordo com um studo recent feito pela Janrain, mais da metade dos usuários possuem mais de 5 logins e senhas para recordar.

Quando um cadastro de nova conta aparece como tediosa, 4 em 5 consumidores admitiram fornecer informações incorretas ou incompletas, como email, nome, etc. Pior ainda, 92% reportar que abandonaram o site em vez de se cadastrar.

O Login social mitiga com falsas informações e abandonos, ambos por fazer o cadastro o mais rápido e fácil possível, e ao mesmo tempo arrecadando dados corretos e úteis de perfis. Alguns sites como a Burberry, completa automaticamente os campos do cadastro para acelerar o processo.

Os consumidores também estão mais familiares com o login social, com 87% dos entrevistados afirmando que já viu em algum lugar. 52% já se cadastraram, e a mesma porcentagem espera que sua experiência pós-cadastro será melhor graças ao login facilitado. 65% diz que são mais propensos a retornar a um website que automaticamente o cadastra com suas credenciais sociais.

O Campeão Facebook

Os consumidores estão mais abertos a utilizar-se do Facebook para se logar, com 27% que “com certeza” usariam. O Twitter e o Instagram estão sucedindo com 19% e 18% respectivamente. Contudo, um estudo pela Betapond aponta que somente 6% dos sites dos EUA e 14,5% dos europeus utilizam-se do login pelo Facebook.

Social login e social marketing

Somado à maior taxa de registros, taxas de conversão de checkout, re-visitas e consumidores mais satisfeitos, o login social auxilia também com o merchandising. Enquanto seu efetividade depende em quantos amigos do cliente interagiu com seu site, essa comprovação de que seus amigos estão consumindo, pode-se tornar um tipo de marketing bastante eficiente.

null

E os pontos fracos do login?

1. Não é uma implantação testável (AB). É impossível saber se essa conexão pode machucar ou consertar sua conversão, na verdade, se você não testar com seus próprios clientes, todos esses números são dispensados. Uma vez que você habilita o cadastro pelo Facebook, ou qualquer outra mídia social, é uma ação sem volta.

2. As mídias sociais acabam. Os consumidores gostam de um pouco de escolhas, porém você pode acabar se prejudicando se oferecer muitas opções de login, e arriscar o evento de uma delas desaparecer, agora você tem um problemão: todos seus clientes precisam se re-cadastrar.

3. Autenticação acidental. Aparelhos compartilhados significam que alguns usuários podem se auto-autenticar quando eles não deveriam. Clientes tipicamente não pensam em fazer logout dos sites de e-commerce no final de sua sessão, provavelmente eles vão simplesmente fechar seus browsers. É bem possível que uma atividade não-autorizada apareça a qualquer momento.

O que fazer então?

É impossível dizer que o login social irá fazer sua loja bombar – você precisa determinar quais vantagens irão sobrepor as potenciais desvantagens mencionadas e julgar se vale ou não a pena correr o risco.

Caso você decida em seguir com a onda, aposte somente no facebook e twitter, os 2 mais comuns e desejáveis logins. Você pode também não querer correr o risco de uma outra rede social acabar por perder popularidade, ou até falir e levar junto com ela seus cadastros.

No quesito implantação:

Peça o mínimo possível

Mais campos = maior risco de abandono. Peça somente a informação que você REALMENTE utilizará para segmentar ou personalizar a experiência do seu cliente. Também considere que ao perguntar por autorização sobre seus amigos pode fazer com que o cliente desista. Consumidores “paranóicos” com privacidade podem não entender que essa é uma permissão opcional.

Cuidado com o layout

Criar botões com formas e cores parecidas com a do Facebook ou das Mídias, podem causar confusão, como no caso da Bazarchic

Explique do que se trata

Um pop-up em ajax com uma pequena descrição, ajuda a clarificar para aqueles o que o login social significa. É uma boa ideia gastar um pouquinho do seu tempo para especificar qual sua política de privacidade por aqui.

Não peça password
Uma das maiores vantagens desse modo de login é a ausência de necessidade de senhas – tire vantagem disso!

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

One Comentários

eNext Dashboard

eNext Dashboard

SLI Systems

SLI Systems

Calendário

 
JUL 25