Lojas virtuais recuperam R$ 87 milhões na Black Friday

em dez 01, 2016:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.
artigo-conteudo2

A Black Friday se tornou uma das principais datas do e-commerce brasileiro, movimentando cerca de 2 bilhões no último final de semana de novembro. Entretanto, para cada compra concretizada, muitos consumidores pesquisam em vários sites até chegarem a um preço interessante, enquanto a maioria das visitas fica pelo caminho.

E são nesses momentos que as ações de retargeting, com abordagens personalizadas, tornam-se fundamentais para as lojas recuperarem vendas convidando os clientes a concluírem suas compras.

Neste ano, cerca de 700 lojas virtuais recuperaram R$ 87 milhões entre a sexta e a segunda-feira (saldão Cyber Monday), com ações no site, por e-mail retargeting ou notificação por push no navegador ou aplicativo da loja, informa a ShopBack, especializada em recuperação de clientes. Ao todo, esse valor representa mais de 210 mil novos pedidos realizados após uma primeira desistência, com tíquete médio de R$ 414,28.

“Abordar os consumidores de forma inteligente e assertiva torna-se ainda mais importante durante a Black Friday, diante de enorme concorrência e da necessidade de um rápido tempo de resposta”, afirma Isaac Ezra, CEO da ShopBack.

As ações que mais resultaram em recuperação de clientes foram as de overlay de abandono, com 36%. Por meio de algoritmos de Big Data que identificam o momento do funil de compra em que o usuário se encontra, a ferramenta exibe uma janela recomendando ofertas e produtos de seu interesse no momento em que o consumidor fecha a página.

Em seguida, as ações de notificação por push no navegador ou no aplicativo da loja oferecendo promoções representaram 33% das recuperações, enquanto as mensagens de e-mail marketing sugerindo a conclusão da compra com desconto ou frete grátis resgataram 31%.

Os itens mais vendidos por meio do retargeting foram “Eletrônicos e Celulares”, seguidos por “Eletrodomésticos” e “Moda e Acessórios”.

Fonte: E-commerce Brasil

veja também:

adwords

Como melhorar as vendas com o Google AdWords para e-commerce?

Por: Wallace Castro Você quer vender mais, economizar tempo e fazer CONTINUAR LENDO…

red bull

Marketing de Conteúdo te dá asas

Por: Renann Mendes Nunca fui muito fã de dar aulas, CONTINUAR LENDO…

shopping

Google Shopping: aprenda como usá-lo a seu favor

Por: Raquel Lisboa – Nuvem Shop É cada vez mais CONTINUAR LENDO…

email

Por que o marketplace é o assunto do momento no e-commerce?

O ano de 2017 está sendo marcado pela consolidação do CONTINUAR LENDO…

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

Calendário

 
JUL 25