Marketing de Afiliados. Atenção nele!

em abr 27, 2012:por

Rodrigo Fadel

Sócio e CFO da eNext, é formado em Administração pela FGV-EAESP. Trabalhou com consultoria financeira, gestão de qualidade e processos na Telefônica e na controladoria do Banco Itaú.
Views33
marketing-de-afiliados

Na elaboração do plano de marketing é comum que a atenção e esforço se concentrem nos buscadores como o Google discutindo palavras-chave, CPC e SEO. Isto ofusca outros importantes canais como Email marketing, Blogs e mídias sociais. O que falar então do Marketing de Afiliados? Muitas vezes renegado ou simplesmente esquecido nas estratégias de marketing ele pode ser uma importante força geradora de tráfego e fortalecimento da Marca.


O Marketing de Afiliados tem por trás o conceito de que as pessoas estão dispostas a indicar e compartilhar com seus contatos oportunidades de negócio e marcas, e que esta recomendação pode ser remunerada, dando o estímulo financeiro necessário para esta nova forma de conquistar clientes.
Dois fatores de destaque nesta forma de marketing são o custo e a qualidade de tráfego que ele gera. Quando este modelo surgiu anos atrás a forma mais comum de remuneração do afiliado era o PPC (Pay per click) ou até mesmo a remuneração baseada na visualização do anúncio. Nestes modelos o afiliado não está vinculado ao resultado financeiro da ação, pois a conversão ou não da visita ou visualização em compra não impacta seus ganhos.

Por isso ao longo do tempo houve uma migração para um modelo de remuneração baseado no PPS (Pay per sale) ou CPA (Cost per action) em que a ação pode ser a própria compra, o preenchimento de um formulário, participação em quizz, entre outras. Dessa forma o risco é compartilhado entre o afiliado e o lojista que oferece um valor fixo ou percentual da venda para cada compra que o afiliado esteve envolvido.

O Referral Marketing, considerado por alguns como parte do marketing de afiliados enquanto outros tratam de forma separada, também é importante e deve ser considerado. Ele tem um papel próximo ao tradicional boca-a-boca atuando na recomendação do produto e marca para sua rede de relacionamento. O que temos visto é que a oferta de recompensas, não necessariamente financeira, a este público é capaz de potencializar este comportamento, gerando ganhos de resultado financeiro e imagem para o lojista. Como dito anteriormente, embora a remuneração financeira seja a principal forma temos também a oferta de produtos exclusivos, a possibilidade de compra antecipada em lançamentos, entre outras.

No final do dia o Marketing de Afiliados oferece ao lojista umas das melhores alternativas em termos de ROI e imagem e por isso tem crescido no Brasil. Nos Estados Unidos a Zappos, referência em e-commerce, chegou a ter mais de 50% de suas vendas originadas pelo programa de afiliados.
Existe no mercado diversas ferramentas para gestão de programa de afiliados, porém esta é uma realidade para poucas empresas de grande porte. Para as empresas de médio e pequeno porte uma alternativa é a contratação de empresas especializadas que possuem sua própria rede de afiliados ou a busca por parcerias com atividades complementares que possam gerar recomendações.

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

One Comentários

  1. Safia disse:

    Olá, muito bom seu site, e vou recomendar para os meus amigos, muito obrigada,

eNext Dashboard

eNext Dashboard

SLI Systems

SLI Systems

Calendário

 
JUL 25