Menos de 2% das visitas ao e-commerce viram vendas, segundo pesquisa

em jul 14, 2017:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.
capa ecommerce

As lojas virtuais tiveram 1,6 bilhão de visitas por mês, mas cerca de 25,9 milhões viraram compras, o que corresponde a 1,6% do total. É o que mostra o estudo “Cenário do E-Commerce no Brasil”, realizado pela plataforma de digital analytics da Netquest em parceria com a Braspag, empresa do grupo Cielo.

Os levantamentos do estudo, com dados de março de 2017, mostram que o comércio eletrônico no Brasil é representado pelo “Funil da Conversão”. O número referente à conversão, porém, não leva em conta se o produto foi efetivamente pago ou não.

O estudo dividiu o e-commerce do Brasil nas categorias Travel e Shopping. A Travel, que inclui vendas de passagens, hospedagens, pacotes turísticos, apresenta um desempenho de vendas efetivadas superior à categoria Shopping, que engloba as lojas virtuais nacionais e internacionais de eletrônicos, moda (adulta e infantil), esportes, pets, games, farmácia, tickets, brinquedos, entre outros.

Do total de visitas aos sites de compras, o estudo revela que 7% (119,7 milhões) dos usuários chegam a montar os carrinhos dentro dos sites, com produtos que desejam comprar. Porém, a taxa de conversão, que registra o número real de compras efetivadas, fica em 2,1% do total de visitas na categoria Travel e 1,5% na categoria Shopping. Os setores que apresentam a maior taxa de conversão são: Tickets (ingressos), Farmácia e Telecom. As menores ficam por conta de Cupons e Brinquedos.

O levantamento indica que o tempo médio dos usuários na internet é de 60 horas e 35 minutos por mês. Na categoria Shopping os usuários ficam em média 1h23, enquanto na categoria Travel navegam 19 minutos e 20 segundos por mês, considerando computadores e dispositivos móveis. Confira o infográfico abaixo:

Segurança

Porém, o estudo revela também que as fraudes no comércio eletrônico impactam negativamente os resultados finais das vendas efetivas e, para minimizar as perdas, soluções antifraude aparecem como uma proteção que devem contribuir para o aumento da segurança e das taxas de conversão.

 

Fonte: Ecommerce Brasil

veja também:

red bull

Marketing de Conteúdo te dá asas

Por: Renann Mendes Nunca fui muito fã de dar aulas, CONTINUAR LENDO…

shopping

Google Shopping: aprenda como usá-lo a seu favor

Por: Raquel Lisboa – Nuvem Shop É cada vez mais CONTINUAR LENDO…

email

Por que o marketplace é o assunto do momento no e-commerce?

O ano de 2017 está sendo marcado pela consolidação do CONTINUAR LENDO…

dinheiro

Precificação de produtos: o que é e como simplificá-la

A precificação de produtos é um processo extremamente importante na CONTINUAR LENDO…

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

Calendário

 
JUL 25