Minimize o impacto da falta de padronização de tamanhos de vestuário em seu E-commerce

em nov 06, 2013:por

Melina Santini

Graduada em Letras e pós graduada em Gestão Empresarial pela Fecap, já passou por empresas de e-commerce como a Netshoes e atualmente atua na área de Projetos da Über Digital,
Views42
1

Um dos maiores entraves para a venda online de vestuário é a questão da falta de padronização nos tamanhos dos produtos. Este gap geralmente causa uma grande insegurança no consumidor no momento de escolher o produto e efetuar a compra, sendo que cada fabricante possui um tamanho para a confecção dos produtos. Ou seja, a calça 36 de uma determinada marca não possui o mesmo tamanho das demais marcas, e isso impacta diretamente no momento da compra.

Em muitos casos, os produtos de grandes marcas possuem fabricação fora do Brasil, apresentando diferentes nomenclaturas, fora dos padrões brasileiros. Neste momento, não basta convertermos os tamanhos sem uma análise mais profunda do produto.

Abaixo seguem alguns pontos fundamentais para minimizar a insegurança no momento da compra:

Medidas do Produto: Sempre disponibilize as dimensões do produto, apresentando a altura x largura. É uma tarefa bem trabalhosa disponibilizar as medidas dos produtos, mas estas informações são importantes e persuasivas no momento da compra.

Grades de Tamanhos Estrangeiras: Não é recomendável disponibilizar os tamanhos com os padrões estrangeiros, exemplo: Small, Medium e Large. Nem todos os clientes estão habituados a estas nomenclaturas, portanto, é fundamental efetuar a conversão para os padrões brasileiros: Pequeno, Médio e Grande.

Medidas dos Modelos: Ao disponibilizar as imagens dos produtos com modelos, é importante informar também as medidas do modelo na descrição (Altura, Peso, Manequim e Busto). Desta forma o e-consumer consegue idealizar qual o seu tamanho ideal. Exemplo: Se a modelo possui 1,75 de altura, com 60 kilos e veste 38, o cliente consegue idealizar qual o tamanho ideal para o seu consumo.

Tabelas de Medidas: Uma estratégia muito utilizada entre os grandes players é a disponibilização de tabelas de medidas, apresentando quais as dimensões para determinados tamanhos. O ideal é desenvolver uma tabela de fácil compreensão. Para as lojas que comercializam produtos multimarcas, o mais recomendado é apresentar a tabela de medidas específica para cada marca, em virtude à falta de padronização.

Estas práticas simples podem aumentar a segurança do seu cliente no momento da compra, além de minimizarem o índice de troca e insatisfação do cliente.

Abraços!
Até mais!

 

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

eNext Dashboard

eNext Dashboard

SLI Systems

SLI Systems

Calendário

 
JUL 25