Netshoes compra varejista Shoestock

em fev 23, 2016:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.
shoestock

O Grupo Netshoes comprou a varejista de calçados Shoestock, de São Paulo.  A primeira aquisição na história da empresa ocorre por meio do e-commerce de moda Zattini, lançado em dezembro de 2014, que retomará a produção e comercialização dos célebres calçados e acessórios da marca.

A expectativa da Netshoes com a aquisição é gerar uma receita nova para a Zattini de aproximadamente R$ 100 milhões por ano.

O valor do negócio não foi divulgado. Fundada em 1986, a Shoestock foi fechada em setembro do ano passado, por decisão das sócias, devido a problemas financeiros. A companhia não pediu falência ou recuperação judicial.

Segundo o Valor Econômico, em 2011 a Shoestock chegou a atingir vendas de R$ 100 milhões, com exposição de 15 mil produtos, entre calçados, bolsas e acessórios. A empresa teve dificuldades para manter o seu formato de varejo, com lojas de 1,5 mil m² em áreas nobres e coleções próprias fabricadas por indústrias do Rio Grande do Sul.

Em 2015, as vendas da companhia foram reduzidas para menos de R$ 60 milhões, com uma oferta de cerca de 250 produtos. A Shoestock fechou no fim do ano as quatro lojas que possuía, sendo três na capital paulista e uma em Belo Horizonte.

“A experiência digital aliada a uma marca querida dos consumidores pode nos levar a alcançar os números que a Shoestock já atingiu em seu passado glorioso, que foi da ordem de R$ 100 milhões”, afirma Marcio Kumruian, presidente do Grupo Netshoes, ao Valor.

A Zattini compete com a Dafiti, atualmente líder em venda on-line de moda feminina, com faturamento estimado em R$ 1,1 bilhão. A Dafiti também lançou marca própria em 2015, a Dafiti Collections, com a meta de melhorar a rentabilidade.

A loja de moda do Netshoes foi criada no ano passado a partir de um aporte de R$ 35 milhões. O e-commerce foi inaugurado com 70 marcas e 12 mil itens, entre calçados, bolsas e acessórios.

Ao Valor, Kumruian relatou que, no primeiro ano de operação, a loja virtual vendeu pouco mais de R$ 100 milhões, atingindo a meta para o período. O negócio oferece atualmente 40 mil itens, de 300 marcas.

Os resultados da Netshoes em 2015 ainda não foram divulgados. Em 2014, o grupo registrou receita de R$ 1,2 bilhão, com crescimento de 20,1% e prejuízo líquido de R$ 93,6 milhões, ante perdas de R$ 71,9 milhões em 2013.

Fonte: Baguete.com

veja também:

Como obter um diferencial e recompensar os clientes do seu e-commerce

Por: Alejandro Vásquez, cofundador da Nuvem Shop e diretor de CONTINUAR LENDO…

artigo-conteudo3

Geração “Y” de consumidores demanda muita atenção de varejistas

Por: Juan Pablo Uma estratégia móvel robusta nos dias atuais CONTINUAR LENDO…

Consumidores multicanal: a nova tendência do varejo

Por: Pedro Ivo Martins O consumidor mudou, online e offline CONTINUAR LENDO…

artigo-conteudo

5 métricas fáceis de analisar que ajudam a crescer uma fan page

Por: Camila Porto As principais dificuldades apresentadas pelos empreendedores e CONTINUAR LENDO…

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

Calendário