No ecommerce, varejo de vestuário ainda usa tamanho “P”

em out 13, 2014:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.
ecommerce-de-moda-veste-p

O ecommerce ainda cresce a taxas entre 20% e 30% ao ano no Brasil, mas os grandes varejistas de vestuário ainda não conseguem ter vendas significativas no canal online — e muito menos quando comparados a empresas americanas.

Enquanto Lojas Renner e Marisa fazem apenas 1% de suas vendas pelo site, nos EUA a Nordstrom faz 18%, a Macy’s, 15%, e a JC Penney, 9%.

A Hering também faz apenas 1% do faturamento online. As redes americanas comparáveis, donas de marcas jovens, estão bem à frente: Abercrombie & Fitch (19%), American Eagle (16%) e Gap (15%).

A Restoque, dona das marcas Le Lis Blanc Deux, Bo.Bô, John John e Rosa Chá, e que recentemente se fundiu com a Dudalina, faz 3% de suas vendas online. A Ralph Lauren, 7%.

Em calçados, a Arezzo faz 3% de suas vendas online. Na rede americana DSW (que tem cerca de 400 lojas físicas), o número chega a 8%. A Arezzo está em linha com outra rede, a Steve Madden, que também faz apenas 3% das vendas online.

Os dados, de 2013, são da Euromonitor e das próprias empresas.

No varejo de eletrônicos, o Magazine Luiza acertou a mão e já tem 17% das vendas vindo do canal online. A comparação com os americanos também é favorável à empresa comandada por Luiza Helena Trajano. Na Best Buy, também especializada em eletrônicos, apenas 7% das vendas são feitas pelo site.

É claro que há razões culturais e de logística por trás destes números, mas, ainda assim, a oportunidade do ecommerce para o varejo tradicional ainda parece ser XXL.

Fonte: Veja

veja também:

adwords

Como melhorar as vendas com o Google AdWords para e-commerce?

Por: Wallace Castro Você quer vender mais, economizar tempo e fazer CONTINUAR LENDO…

red bull

Marketing de Conteúdo te dá asas

Por: Renann Mendes Nunca fui muito fã de dar aulas, CONTINUAR LENDO…

shopping

Google Shopping: aprenda como usá-lo a seu favor

Por: Raquel Lisboa – Nuvem Shop É cada vez mais CONTINUAR LENDO…

email

Por que o marketplace é o assunto do momento no e-commerce?

O ano de 2017 está sendo marcado pela consolidação do CONTINUAR LENDO…

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

Calendário

 
JUL 25