Os 4 tipos de empresas presentes no e-commerce e suas tendências

em mai 06, 2012:por

João Parente

Formado em Publicidade e Propaganda, especializado em gestão de projetos. Trabalhou em grandes agências digitais, como F.biz e TV1.com, e na multinacional Liberty Seguros. Atualmente Sócio da eNext, PMO e responsável por gestão de projetos e performance. Tem histórico de clientes como: Karsten, 3 Corações, Grupo Bandeirantes, Microsoft, Guaraná Antártica, Grupo Pão de Açúcar, 3M, Petrobras, Boticário, Volkswagen, Semp Toshiba, Gerdau, Unilever, e Netshoes.
Views2.590
Consultoria2

Pensando amplamente em modelos de venda, podemos dizer que há 4 tipos de empresas de comércio eletrônico, lembrando que uma mesma empresa, em muitos casos pode atuar em mais de um destes tipos.

1) B2B (Negócio‐a‐Negócio), ou seja, a venda entre organizações (Empresas).
Exemplos: Balão da informática, Staples e até mesmo empresas como a Dell que atua fortemente no mercado B2C (Negocio-a-consumidor), mas também tem um foco para empresas.

2) B2C (Negócio‐a‐Consumidor), ou seja, a venda entre organizações e consumidores.
Exemplos: Corello, Gallerist, ShoeBiz, Schutz, entre outros milhares. Podemos incluir aqui também sites de compras coletivas como o Grupon, Peixe Urbano e etc.

3) Intra‐organizacional, ou seja, a venda no ambiente interno das organizações.
Exemplos:
Electrolux (Funcionários e amigos), com a venda de seus produtos com desconto para funcionários em um e-commerce exclusivo.
Liberty Seguros (Affinity) com a venda de seguros com vantagens para os funcionários, também com uma Loja virtual exclusiva.

4) C2C (Consumidor‐a‐Consumidor), ou seja, a venda entre consumidores através de um canal disponibilizado por uma ou mais empresas.
Para este modelo temos dois subtipos de negócio, o Generalista, por exemplo, o Mercado Livre que vende qualquer tipo de produto, e o de nicho, com empresas como a Enjoei que vende especificamente roupas usadas.

Por: Gabriel Lima (eNext)

Dentro destes 4 modelos de empresas é possível aplicar diversos modelos de comércio eletrônico, tais como os que seguem abaixo.

Empresas de Comércio Eletrônico vencedoras serão aquelas que puderem mudar a forma pela qual os consumidores pensam e a maneira pela qual eles fazem negócios.

‐ Ecommerce orientado para aplicações sociais
‐ Mobile Commerce
‐ Cross‐Channel ou Multi Canal
‐ Compras Coletivas
‐ E-commerce de Nicho, ou lojas virtuais especializadas
‐ Microtransações ou Serviços
‐ Marketplaces

Tendências:

Não importa o tipo de sua empresa, mas já se sabe que hoje uma das maiores tendências do mercado é voltada para automação de todos os processos de trabalho, através da tecnologia e a capacitação de todos os funcionários, para uma melhor coordenação e gerenciamento dos fluxos, sempre visando entregar ao cliente produtos com algum diferencial, criando um valor agregado maior e com exclusividade.

Um dos impactos mais importantes do comércio eletrônico no mercado como um geral, é a mudança na estruturada indústria, tais como nos exemplos citados abaixo:

1) Redução de intermediários (Ex: Fim das agências de turismo)
Criação de Novos Modelos de Negócios (Ex: Expedia, Booking, etc.)

2) Vendas Diretas (Ex: Brastemp, Schutz, etc.)
Fabricas e marcas vendendo diretamente ao consumidor final, sem a necessidade de Varejistas.

3) Serviços Online (Ex: Netmovies, Neolix, etc.)
Aluguel de vídeos online, fim das locadoras de vídeos

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

eNext Dashboard

eNext Dashboard

SLI Systems

SLI Systems

Calendário

 
JUL 25