Os caminhos da Amazon para dominar o mundo

em jul 16, 2015:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.
Views79
Amazon prime now

Quanto mais produtos, mais experiência para o consumidor, mais tráfego, mais vendedores, mais crescimento, menos custo, mais preço baixo, e por aí vai… A estratégia da Amazon é tão preto-no-branco que foi escrita em um guardanapo pelo Jeff Bezos. Na imagem, está seu Círculo Virtuoso do Crescimento:

ciclo-virtuoso-crescimento-amazon

Para implementar o Círculo Virtuoso, a Amazon tem investido em quatro elementos-chave: Marketplace, Prime, Fullfilment e Web Services – todos tratados com detalhes no IRCE – Internet Retailer Conference and Exhibition -, considerado o maior evento de e-commerce do planeta, que concentra o que há de melhor do mundo online em termos de novidades, produtos, serviços, palestras, exibidores e participantes.

Esse ano, os destaques do IRCE foram gestão de pessoas, personalização, internet das coisas e, claro, o domínio do marketplace da Amazon – sobre esse último, reúno abaixo os principais conceitos e estratégias do ecossistema dessa gigante americana.

O Crescimento da Amazon

A previsão é que, em 2015, a Amazon terá feito 200 bilhões de dólares de GMV (gross merchandise volume, ou faturamento total movimentado), sendo 40% como varejista e 60% pelo marketplace. A previsão é que a porcentagem correspondente às vendas pelo marketplace suba para 90% em até 5 anos.

O crescimento da amazon vem apontando uma curva exponencial desde 2006, ano de lançamento do marketplace.
O gráfico abaixo mostra, inclusive, o descolamento do GMV da Amazon em comparação à receita do Walmart, considerando os primeiros anos de cada uma das empresas. Analistas preveem que, em 2022, a Amazon supere o Walmart em receita bruta total.

Amazon Prime

A Amazon possui 300 milhões de consumidores. 10% deles já estão no programa Amazon Prime, que também cresce exponencialmente devido aos serviços ofertados. Eles pagam 99 dólares por ano e tem acesso a:

- Milhões de produtos com entrega grátis em até dois dias: centenas de milhares de produtos com entrega grátis no mesmo dia, incluindo Amazon Fresh, produtos perecíveis de supermercado.
– Amazon Studio: estúdio próprio em que a Amazon está desenvolvendo neste momento mais de 3.000 projetos de vídeo, como filmes e séries
– Amazon Prime Instant Video: para concorrer com a Netflix, possui mais de 17.000 filmes e séries
– Amazon Prime Music: para concorrer com Spotify, possui mais de 1 milhão de músicas para ouvir via streaming
– Amazon Prime Photos: armazenamento ilimitado de fotos – Acesso a mais de 500.000 ebooks gratuitos

Esses consumidores Prime têm o comportamento de pesquisar produtos diretamente na Amazon, sem sequer passar pelo Google. É uma excelente estratégia para gerar receita recorrente e criar uma base de clientes fidelizados.

Sortimento

A Amazon já possui mais de 320 milhões de produtos à disposição do consumidor, tendo esse número dobrado no últimos 2 anos. 80% desses produtos estão disponíveis no marketplace. A tendência é que, no médio prazo, a Amazon fique com apenas 3% dos produtos como varejista, que serão os top sellers e/ou lançamentos, para que ela possa controlar o preço e a disponibilidade.

Todos os demais produtos serão comercializados pelos vendedores no marketplace.

Amazon Advertising

A plataforma de publicidade da Amazon já está faturando 1 bilhão de dólares e vem forte para concorrer com o Google Ads. Já começam a se formar especialistas em search, paid search e SEO na Amazon!

Amazon Web Services (AWS)

A AWS já está faturando 8 bilhões de dólares e a Amazon tem gastado cada vez menos em marketing, quando comparado com os gastos em tecnologia. Fica claro que hoje a AWS e a Advertising (que possuem altas margens) estão subsidiando o varejo. É possível que, num futuro próximo, a curva de rentabilidade se inverta e a Amazon tenha um crescimento astronômico que a faça ir finalmente para o azul.

FBA (Fullfilment by Amazon)

A unidade de operação e logística da Amazon, que inclui os Fullfilment Centers (para armazenagem) e Centros de Distribuição, já responde por 18 bilhões de dólares de faturamento da gigante. Já são 150 unidades em 11 países. Há indícios que Austrália e México serão os próximos. Nos últimos 4 anos, o custo de frete tem estado estável entre 4% e 5%. Este ponto é fundamental para o Círculo Virtuoso, porque se você é vendedor do marketplace e utiliza o FBA, você tem prioridade nas buscas do Prime pelo consumidor, podendo inclusive ganhar o Buy Box – a parte privilegiada da descrição do produto que direciona para vendedores que oferecem a melhor experiência para o comprador. Neste ponto, o domínio do local e das últimas etapas da cadeia é outro aspecto fundamental para o sucesso da estratégia da Amazon.

Novos produtos na Amazon

Além do Fresh, Studios, Music, Photos, Instant Videos já citados acima, fiquem atentos ao Amazon Dash, Amazon Echo, Prime Now, Home Services, Amazon Destinations e o impressionante Amazon Trunk Delivery, que é a próxima inovação: em uma parceria com a DHL e a Audi, a Amazon começará a entregar diretamente na mala do seu carro estacionado!

Há boatos que a Amazon também começará a entrega com seus próprios drones em 2017, na Índia. Serão drones de baixa altitude, baixa velocidade e controlados por monitoramento terrestre. O futuro já chegou!

Precificação Dinâmica no Marketplace

Acompanho os eventos americanos de e-commerce desde 2011 e nunca vi tanta palestra abordando o tema de precificação dinâmica! Foram mais de 5 palestras em que diversos varejistas relatam suas experiências e atestam a importância de se utilizar plataformas de inteligência de preços e sortimento, em especial no marketplace da Amazon, porque isso também ajuda a ganhar o buy box!

Uma Virada no Modelo de Negócios

A amazon está cada vez mais relevante no mercado americano, nitidamente migrando de varejista b2c para uma empresa de tecnologia b2b prestadora de serviços.
Isso vem acontecendo a partir das sinergias do círculo virtuoso do modelo de Marketplace, Prime, FBA e AWS, com alta taxa de crescimento dos varejistas (vendedores) e de recorrência dos consumidores.

O marketplace já é a plataforma dominante do e-commerce americano. Tudo indica que ocorrerá o mesmo no Brasil, com uma expansão acelerada dos players envolvidos, já que todos saem ganhando: marketplace, vendedores e consumidores.

DE PEGN

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

eNext Dashboard

eNext Dashboard

SLI Systems

SLI Systems

Calendário

 
JUL 25