Profissões do futuro: tecnologia movimenta mercado de trabalho

em jul 17, 2014:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.
Views423
profissoes

Cargos que ainda não são conhecidos, mas rendem bons salários e tem a tecnologia como aliada para crescimento no futuro.

O mercado de trabalho já há algum tempo deixou de focar apenas em funções tradicionais como advocacia, odontologia ou medicina, dando espaço a novos cursos. Embora estejamos no século XXI, muitas das profissões do futuro ainda são uma incógnita para os jovens. Por serem cada vez mais valorizadas, com muita procura e altos salários, organizamos uma lista com profissões que tendem a ficar cada vez mais bem cotadas, confira abaixo:

Gestor de Resíduos
Em razão da crescente quantidade de lixo produzido pelas indústrias, a demanda pela carreira vai se fortalecer, também pela questão da sustentabilidade. A necessidade de estabelecer um destino sustentável a esse tipo de material, que agora é convertido em gás e energias limpas, torna o lixólogo (ou gestor de fluxos) um profissional importante.

Os cursos apropriados para quem está determinado a combater os impactos de resíduos são engenharia ambiental, biologia ou engenharia química. O salário é de, no mínimo, quatro mil reais mensais.

Técnico em Construção Civil
Grandes construções continuarão a ser elaboradas no futuro. Alguém que escolha seguir esta carreira precisa estar disposto a lidar com muitas responsabilidades, como a de gerenciar um projeto por completo, desde o material da obra até a equipe que vai colocar a mão na massa.

Além de um perfil de líder e administrador, formação em engenharia ou arquitetura, o forte embasamento técnico é essencial para a carreira, cujo salário gira em torno de seis mil reais por mês.

Biotecnólogo
O desenvolvimento de remédios e exames laboratoriais é feito pelo tecnólogo, que estuda as reações químicas dos seres vivos, seja em contato com microorganismo ou com o meio ambiente

Cursos para essa formação incluem especialização em farmácia e biotecnologia. Com uma área de atuação que vai da fabricação de fármacos até a criação de algas e peixes que possam promover novas descobertas na área da genética, o salário pode variar bastante: entre dois e nove mil reais por mês.

Gerente de Operação de Plataforma
Com a nova reserva do pré-sal, a extração de petróleo definitivamente é uma área que merece atenção. Além disso, há uma gama de profissões envolvidas nas bases, desde mecânico, torrista de plataforma, instrumentista, até o cobiçado cargo de gerente de operações, que envolve trabalho no orçamento, produção, abastecimento da plataforma e relacionamento com os clientes.

A função é essencial, por isso o salário entre vinte e trinta e cinco mil reais por mês. O engenheiro deve ter experiência técnica com o trabalho nas plataformas, inglês fluente e perfil administrador.

Designer de Jogos
O entretenimento para computadores, celulares, consoles, internet e aplicativos é um prato cheio para o designer de games. Mesmo com o problema da pirataria, o mercado dos jogos é muito lucrativo e carece de profissionais especializados.

Tanto o bacharelado em design quanto o técnico em programação são válidos para a área. Além de desenvolvedor, o jovem deve ser criativo e mandar bem em roteiros e ideias para os jogos eletrônicos. O salário gira em torno de três mil reais.

Analista de mídias sociais
Com o boom das redes sociais, a necessidade de gerenciamento em prol do aumento da produtividade gera essa nova profissão. Empresas vêem a rede como um grande mercado, que, por sua vez, carece de gerenciamento.

Segmentar perfis de usuários, melhorar a interatividade da rede, facilitar o contato com investidores e desenvolver uma imagem forte para a marca na internet estão entre as funções de um analista, que deve ser criativo, crítico e estar antenado em relação às tendências do mercado. O salário varia entre três e seis mil reais, podendo contar com um percentual de participação nas vendas.

Gestor de Dados
Grandes empresas possuem banco de dados gigantescos. E esse conteúdo tende apenas a crescer. Um gestor de dados deve entender sobre o armazenamento de informações virtuais e saber fazer uma análise correta sobre este conteúdo.

Quem está de olho no futuro deve procurar formações nas áreas de matemática, informática, estatística e tecnologia, além do perfil comercial. As empresas geralmente dividem o trabalho entre um time qualificado para a função, que rende salários entre quatro e nove mil reais.

Especulador de moedas virtuais
Compras online crescem a cada ano no Brasil. A um clique de produtos e serviços, moedas virtuais se tornam novas alternativas de mercado. Consultorias sobre essas moedas, como a Bitcoin, cuja transferência é baseada em código-aberto, são oportunidades para novos investimentos.

Além da formação em economia, o especulador precisa conhecer bem tanto o mercado financeiro quanto as novas tecnologias e métodos de pagamento virtual. Para termos uma ideia, o Bitcoin já chegou a valer mais de US$ 1 mil. O mercado de moedas alternativas tem muito a ser explorado no futuro.

Arquivista digital
Fotos, vídeos, cadastros e outros arquivos são, nos dias atuais, majoritariamente virtuais. Portanto, para um futuro próximo, a profissão de arquivista digital deve se firmar. Da mesma forma que existiam aqueles que organizavam, controlavam e forneciam acesso a documentos de papel catalogados em salas enormes, em breve a demanda por alguém que reúna os conteúdos digitais das pessoas vai aumentarar.

A faixa salarial para a profissão, que hoje ainda se encontra em transição entre arquivos analógicos e digitais, varia entre três e seis mil reais. Cursos nas áreas de administração, informática e estatística garantem bons conhecimentos para se firmar na carreira.

Engenheiro Químico
Em meio a tantas opções ligadas ao meio virtual, a engenharia química surge como uma forma de desenvolver, a partir de matérias-primas, produtos e equipamentos que melhorem a eficiência e a produtividade de processos industriais.

Além disso, a forte procura por engenheiros e por tecnologias limpas e biocombustíveis é um ponto positivo para um profissional da área, que pode atuar em vários ramos dentro do ambiente industrial, com um salário médio mensal entre sete e dez mil reais.

Para você, estudante, é importante pensar nas preferências pessoais, além do salário. No vestibular e no Sisu, opte por áreas e cursos que sejam adequados ao seu perfil, sem ignorar a situação do mercado. Até chegar lá, a tecnologia pode trazer muitas novas possibilidades de carreira.

Fonte: Globo

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

eNext Dashboard

eNext Dashboard

SLI Systems

SLI Systems

Calendário

 
JUL 25