Queda da atenção impulsiona retargeting para apps de compra

em ago 02, 2016:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.
Artigo  contéudo3

Em um momento em que a atenção do consumidor é disputada por vários players, de redes sociais a aplicativos de mensagens e compras, o desafio das empresas de e-commerce no mercado mobile não é apenas engajar novos usuários, mas manter sua base de clientes ativos. De acordo com o relatório de e-commerce divulgado pela Jampp, houve uma queda de 88% na atenção dos usuários em aplicativos de compras, com uma diminuição progressiva no tempo das sessões in-app trimestre após trimestre.

A pesquisa foi feita com base em 10 bilhões de dados de aplicativos para Android e iOS e 100 dos principais serviços de e-commerce, com informações fornecidas também pela Adjust, Apsalar e Localytucs. Mesmo com a queda de atenção, o levantamento mostra que 70% das primeiras compras ocorrem  em até 14 dias após a instalação, variando de acordo com a categoria do aplicativo. Contudo, se não houver conversão neste período, o usuário dificilmente voltará ao aplicativo.Ainda, quanto mais compras realizar na primeira semana, maior a probabilidade de se tornar um consumidor fiel.

De acordo com a pesquisa, aplicativos de táxi apresentam o menor período de conversão: em 70% dos casos, a compra é realizada já na data do download, com 90% das primeiras compras realizadas até o quarto dia após a instalação. Na categoria delivery de comida e classificados, 70% das conversões são realizadas até o terceiro dia após o download.

Para Gabriel Oyarzabal, head da Jampp para América Latina e Espanha, os fluxos de compra por categoria são diferentes, e o número de opções para o consumidor pode influenciar no tempo de conversão. “Não há tantas opções de aplicativos de táxi ou comida, e por isso a gente vê um comportamento mais imediato. Já em categorias com maior concorrência, a atenção do usuário tende a ser menor”.

Os setores em que há maior distância entre o momento de download e o momento da compra são o de viagens e moda. Nos apps de viagem, pouco mais de 40% dos usuários realizam compras já no dia de instalação, enquanto nos de moda, este número é de 30%, levando até 31 dias para que a maioria das conversões seja feita. “Os aplicativos de travel e fashion geralmente são produtos mais caros, que envolvem um comportamento mais exploratório, de pesquisa”, afirma Gabriel.

Um levantamento da Sociomantic Labs no Brasil mostrou que 67% das pessoas pesquisadas já compraram pelo celular, enquanto 93% delas disseram utilizar o celular para pesquisa. O mesmo estudo revela que campanhas in-app são mais eficientes do que campanhas para web mobile. Além disso, 80% dos apps baixados são usados apenas uma vez, e 25% nunca são usados.

O declínio no tempo despendido em cada sessão pode significar que os consumidores estão tomando decisões de compra mais rápidas ou estão distraídos, indicando que as marcas precisam repensar a forma de se aproximar aos consumidores. A Jampp também revelou que apenas 46% dos usuários consideram táticas de push e email marketing úteis, enquanto 52% as avaliam como uma distração irritante. De acordo com o MailChimp, 83% destes e-mails nem ao menos são abertos.

O estudo também mostrou que campanhas de retargeting geram duas vezes mais conversões do que táticas de aquisição de novos usuários. “As marcas têm que manter a retenção do usuário em alto nível com ações de engajamento, em todos os canais possíveis. Retargeting é a forma menos invasiva, e é mais barato para uma empresa investir em retenção do que na aquisição de novos usuários”, avalia Gabriel.

Fonte: Proxxima

veja também:

Como obter um diferencial e recompensar os clientes do seu e-commerce

Por: Alejandro Vásquez, cofundador da Nuvem Shop e diretor de CONTINUAR LENDO…

artigo-conteudo3

Geração “Y” de consumidores demanda muita atenção de varejistas

Por: Juan Pablo Uma estratégia móvel robusta nos dias atuais CONTINUAR LENDO…

Consumidores multicanal: a nova tendência do varejo

Por: Pedro Ivo Martins O consumidor mudou, online e offline CONTINUAR LENDO…

artigo-conteudo

5 métricas fáceis de analisar que ajudam a crescer uma fan page

Por: Camila Porto As principais dificuldades apresentadas pelos empreendedores e CONTINUAR LENDO…

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

Calendário