Senador Delcídio do Amaral critica demora da aprovação da PEC do E-commerce.

em jan 07, 2014:por

Fabiola Barbosa

Licenciada em Marketing, Publicidade e Relações Públicas. Neste momento está cursando o Mestrado em Estratégia Empresarial. É colaborada da eNext e Nextecommerce.
final martelo

O senador eleito pelo estado do Mato Grosso do Sul, Delcídio do Amaral (PT), criticou a demora da aprovação do projeto de lei que altera a distribuição do ICMS no e-commerce.

‘Enquanto o meu projeto (PEC 197/2012), que garante mais de R$ 100 mi pra MS, “dorme” em alguma gaveta da Câmara, os prejuízos com o e-commerce, pra maioria dos estados brasileiros, continuam!’, afirmou o petista na sua rede social.

Delcídio se referia ao prenúncio de novo round da guerra fiscal no comércio eletrônico, a Bahia derrubou o ICMS do setor para vendas a outros Estados. O corte na alíquota de 17% para 2%, em vigor desde o último dia 11, visa atrair ao menos três centros de distribuição de lojas virtuais e arrecadar R$ 40 milhões ao ano.

Mato Grosso do Sul também está nessa guerra fiscal. Hoje a alíquota interestadual dos estados do Centro-Oeste é de 12% e cairia para 4%, índice a ser aplicado em todo o País. A União compensaria, ano a ano, pela redução efetivamente registrada em suas arrecadações.

O relator da proposta, deputado Márcio Macêdo (PT-SE), avaliou que o atraso se deve à “obstrução branca” da bancada de São Paulo, estado que mais perderá com a nova proposta.

fonte: http://ecommercenews.com.br

veja também:

final  tretas

Seja Responsável e Pense Responsivo

O fácil acesso à tecnologia mobile, como smartphones e tablets, CONTINUAR LENDO…

final landing page

A importância da Landing Page

Com tantas oportunidades de atrair clientes, podemos dizer que a CONTINUAR LENDO…

2.pjg

Irá o mercado on-line acabar com as lojas físicas?

Os mercados até agora têm resistido ao aumento das compras CONTINUAR LENDO…

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

Calendário

 
JUL 25