Shop.Org 2014: Quais são as tendências no e-commerce?

em out 29, 2014:por

Marcio Eugênio

Formado em administração de empresas com especialização em Marketing digital e gestão de vendas e apaixonado por tecnologia e comercio eletrônico. No mercado de tecnologia desde 1997. É um dos sócios da D Loja Virtual e é o responsável pela área comercial e marketing da empresa.
Views13
shop-org-tendencias-ecommerce

shop-org-tendencias-ecommerce

Ainda na primeira quinzena deste mês, rolou um bate-papo bem bacana com o Fred Rocha. Ele é especialista em varejo e esteve no Shop.Org Summit, um dos maiores eventos do mundo sobre e-commerce, que acontece nos Estados Unidos. Diversas palestras debateram sobre o futuro do varejo eletrônico e o Fred passou um resumo do que foi falado por lá.

 

Mobile

O papel do mobile é um dos principais destaques quando o assunto é o futuro do e-commerce. A popularização dos smartphones mudou o comportamento dos e-compradores e faz com que as empresas também tenham que pensar em como se adaptar a isso.

 

Um exemplo disso é o surgimento dos pagamentos mobile, como o Apple Pay, do qual o usuário utiliza o iPhone como meio de pagamento tanto de lojas físicas quanto de lojas virtuais.

 

Outros dados importantes sobre esse assunto que devem ser destacados é o fato de que muitos dos usuários têm o primeiro contato com uma marca através do smartphone.

a tendência que é está sendo vista é a do smartphone como elo de ligação entre o físico e o online. Ou seja, é importante que as empresas pensem em sites que sejam amigáveis para esse tipo de experiência.

 

O tal do Big Data

Cada vez mais o big data será importante para uma melhor conversão no e-commerce. Com o big data, é possível segmentar melhor o perfil do comprador, estreitando a proximidade entre o cliente e a empresa.

 

A personalização também faz com que as vendas sejam mais assertivas. Ao invés de oferecer ao cliente um produto de acordo com o perfil daquela última compra realizada, o big data permite que o e-commerce ofereça através de um e-mail marketing, por exemplo, um produto de acordo com o histórico de compras que ele realizou.

 

A segmentação não precisa ser apenas para e-mail marketing. É possível também segmentar vídeos! Uma empresa americana de materiais de construção segmenta vídeos para clientes de acordo com o tipo de casa que eles possuem. Assim eles conseguem oferecer de forma assertiva produtos para aqueles que curtem uma reforminha no fim de semana.

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

eNext Dashboard

eNext Dashboard

SLI Systems

SLI Systems

Calendário

 
JUL 25