Um site sem erros pode ser um grande erro!

em jul 17, 2014:por

John Martin

John Martin, é especialista em Marketing Digital e adora encontrar soluções simples e objetivas para os problemas pessoais e empresariais de um mundo imerso na web!
Views36
erros-404-maior-erro

Ao analisar um site fico super preocupado quando encontro muitas páginas de erros 404, mas fico tão ou mais preocupado quando não encontro nenhuma página com erro… isso sempre me deixa com a pulga atrás da orelha, e se o seu site não tem erros, você também deveria estar, por que  jogar a sujeira embaixo do tapete pode ser uma catástrofe para seus esforços de Marketing Digital.

O que é uma página de erro 404

De forma bem simples, páginas de erros são páginas exibidas quando alguém tenta acessar uma página que não existe, porque foi excluída do sistema, renomeada sem redirecionamento, compartilhada com link quebrado ou simplesmente por um erro de digitação, dentre outros motivos.

Os famosos erros 404 também são conhecidas como erros de cliente pelo simples fato que o servidor considera que o fluxo de dados HTTP enviado pelo cliente (normalmente através do navegador) estava correto, no entanto o recurso identificado pela URI não está disponível.

Mas se a página não existe o que acontece? Em casos em que não existe a preocupação com SEO ou com a experiência do usuário não ocorre absolutamente nada, e a informação exibida na página será algo como a imagem abaixo, o que pode ser um mistério para os usuários.

erro 404

Páginas de erros personalizadas

A utilização de uma página de erro personalizada é super recomendada por que exibe ao usuário que a página procurada não existe e ainda pode oferecer algumas opções, além de em alguns casos, render boas risadas. Tomei a liberdade de inserir alguns exemplos que gosto abaixo… aliás vamos compartilhar as risadas antes das lágrimas, rs

Página de erro personalizada

Página de erro personalizada

O Código de Resposta HTTP

Quando olhamos embaixo do tapete é que o problema começa a surgir. Além do conteúdo visual que avisa sobre a página não encontrada, existe um código HTTP de resposta que é retornado pelo servidor e informa sobre o erro; esse código não é exibido para o usuário.

Na verdade, o conteúdo visual não precisa ter nenhuma relação com a o código de resposta HTTP, tanto que uma das verificações que costumo fazer em auditorias de sites é saber se as páginas de erros também retornam o código HTTP de erro condizente.

“Retornar um código que não seja o 404 ou 410 para uma página não existente é a pior de todas alternativas possíveis.”

O código de resposta de erro tem a importante responsabilidade de avisar os mecanismos de pesquisa que não existe uma página real naquele endereço e sendo assim, os buscadores como o Google não exibirão as mesmas em seu index e não perderão mais tempo analisando essa página inexistente de novo.

Os artifícios que criamos

O problema começa quando por algum motivo, intencional ou não, as páginas não existentes não retornam o código de resposta de erro.

Um dos artifícios mais comuns que encontro é a transformação da página de erro em uma pesquisa automática. Já notei essa solução em pequenas plataformas de e-commerce e recentemente até na Vtex ( a qual considero a melhor plataforma de e-commerce do Brasil)… e para falar a verdade tomei um susto!

Esse recurso consiste em não retornar o código de resposta de erro nas páginas não existentes e/ou transforma-las em pesquisas internas automaticamente, que erroneamente retornam código de resposta de sucesso, o famoso 200.

Os erros não serão exibidos, mas acredite, eles estão lá assim como a poeira embaixo do tapete!

Como verificar o código de resposta

Se você está com o cabelo em pé, faça o teste antes de ter uma úlcera. O primeiro passo é entrar no site desejado para análise e digite após o domínio uma sequência aleatória de letras; dessa forma você vai acessar uma página que deveria ser de erro.

Copie e cole o url desejado para análise no HTTP Status Code Checker e depois clique em Submit para exibir o código de status da página.

O resultado do teste será exibido na parte inferior e nesse caso é possível identificar claramente o código de resposta de sucesso 200 para uma página não encontrada.

Nesse caso a página não existente foi transformada numa pesquisa, e a mesma retorna uma página de resultados vazia mas com o código de resposta de sucesso, que na verdade pode ser considerado um grande fracasso!

E a poeira se acumula embaixo do tapete

Assim como a poeira se acumula embaixo dos tapetes e longe de nossas vistas, esse problema também vai se acumular e você só notará quando precisar de uma faxina geral.

Quando um buscador verifica seu site e encontra uma página com código de resposta 200, o mesmo imagina que por pior que seja o conteúdo, aquela é uma página válida e vai gastar seus preciosos recursos e tempo para verificar.

Agora imagine ainda que nesses casos existam muitas páginas de erros que retornam o código 200. Isso significa que o mecanismo de pesquisa identifica uma quantidade maciça de páginas que são praticamente idênticas… e aí que o problema pode se tornar uma bola de neve com as seguintes consequências:

1. Diluição da autoridade do site através de muitas páginas irrelevantes e sem conteúdo.

2. Desperdício do tempo de varredura dos robôs de busca que podem não atualizar páginas importantes em detrimento dessas páginas.

3. Identificação de conteúdo duplicado pelos mecanismos de pesquisa e punições de acordo.

4. Muito do conteúdo duplicado não será exibido nos resultados de busca, mas algumas páginas importantes também podem não passar pela peneira.

O buraco pode ser mais embaixo

Mas e se o webmaster redirecionar essas páginas de erros para a página inicial?

Como sabemos, o Google não curte conteúdo duplicado, então imagina o que pode acontecer quando redirecionar todas essas páginas de erros sem retorno de código adequado; e teoricamente duplicadas; para a página inicial? Não quero nem pensar nisso!

Seu relatórios foram para o espaço

Qualquer profissional de marketing digital precisa de métricas confiáveis para analisar, mas quando esse tipo de erro ocorre além de não existir páginas de erros nas principais ferramentas de análise como o Google Analytics e o Google Webmaster Tools, todos as estatísticas são alteradas por páginas que não deveriam entrar na conta. Isso quase significa dizer que você pensa estar nadando numa piscina olímpica, mas na realidade esta em um mar cercado de tubarões, rs

Mas o que fazer?

A regra é clara Arnaldo: Se a página não existe então deve ser exibida uma página de erro personalizada com o código de resposta 404 (não encontrado) ou um 410 (desaparecido).

Pessoalmente gosto da página de erro simples e objetiva como a da Amazon, que exibe uma mensagem de erro e oferece somente um link para a página inicial, que disponibiliza todas as opções que um usuário pode desejar.

Caso queira conhecer mais sobre SEO visite a SeoMartin

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

eNext Dashboard

eNext Dashboard

SLI Systems

SLI Systems

Calendário

 
JUL 25