Vendas online cresceram 16% em Agosto, segundo associação de e-commerce do Reino Unido

em set 20, 2016:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.
artigo-conteudo

As vendas online cresceram rapidamente em Agosto, com a chegada do calor e por conta do aumento de consumidores que estão comprando via smartphones, mostra novos dados da Interactive Media in Retail Group (IMRG), uma associação de varejo online do Reino Unido.

Ao todo, os consumidores gastaram £ 9.8 bilhões em compras na internet no mês passado, de acordo com o estudo Capgemini eRetail Sales Index da IMRG. Isso representa um acréscimo de 16% em relação ao mesmo mês do ano passado – quando as vendas online tiveram aumento de 5%. Parte desse aumento pode ser explicado pelo feriado bancário que aconteceu em Agosto e pela queda nos números de setembro do ano passado. Este ano, os varejistas que vendem roupas (cresceram 20%), acessórios (+ 48%), e itens para casa (+ 30%) e jardim (+ 25%) observaram forte crescimento, enquanto as vendas de bebidas alcoólicas cresceram 4%.

A proporção de vendas que ocorrem através de smartphones cresceu rapidamente. O índice mostrou que 49,5% das vendas feitas via dispositivos móveis aconteceram em smartphones, enquanto 50,5% foram feitas via tablet. Isso representa um crescimento de 18,5% de vendas mobile via smartphones. Em agosto de 2015, os smartphones representaram apenas 31% das vendas de móveis, enquanto que os tablets representavam 69% das vendas.

Parece que a libra fraca ajudou a impulsionar as vendas internacionais para alguns comerciantes que relataram as vendas flutuantes de clientes fora do Reino Unido , com os países da zona euro que mostram um crescimento particularmente forte .

Tina Spooner, Chief Information Officer, na IMRG, diz: “O bom desempenho nas vendas on-line continuou durante agosto, resultando no crescimento global do setor que atingiu os 15%, que supera a nossa previsão para 2016.

Após a turbulência inicial relatada por alguns varejistas durante a semana do referendo da União Europeia, os últimos resultados do índice sugerem que os e-varejistas tiveram um verão bem-sucedido, com padrões comerciais normais para esta época do ano.

Além disso, parece que a libra fraca ajudou a impulsionar as vendas internacionais para alguns comerciantes que relataram as vendas flutuantes de clientes fora do Reino Unido, com destaque para os países da zona euro mostrando um crescimento particularmente forte.

“A mudança para smartphones como o dispositivo preferencial para compras on-line continua, com quase metade de todas as vendas de comércio móvel agora completas sobre esses dispositivos e taxas de crescimento anuais sobre smartphones 14 vezes mais elevada que as registradas nos tablets”

Bhavesh Unadkat, consultor de gestão em design de envolvimento do cliente de varejo da Capgemini [IRDX VCPG], disse: “É reconfortante ver a confiança do consumidor permanecer flutuante – um crescimento de 16% em relação ao ano passado é extremamente forte. O mobile continua a impressionar, quase empatando com o tráfego do desktop”.

“No entanto, o elemento mais interessante é a forma como a conversão de vendas nos smartphones continuam a aumentar, saindo de 1% no ano passado para quase 2%. Em breve o índice pode dobrar novamente, e se os varejistas mantiverem o tráfego e direcionarem seus níveis de conversão, então não será muito difícil que o mobile ultrapasse o desktop em vendas on-line. Como sempre, uma viagem cross-channel e um dispositivo sem costura é essencial para garantir ganhos de participação de mercado são conduzidos a um nível ao cliente e não apenas isolada a um canal. ”

No mês passado vimos os varejistas online (pure players) superarem os seus concorrentes multicanais, que negociam através de lojas e do online. Pureplays tiveram um crescimento anual de 22%, em comparação com 13% no varejo multicanal.

Fonte: Internet Retailing (E-commerce Brasil)

 

veja também:

Como obter um diferencial e recompensar os clientes do seu e-commerce

Por: Alejandro Vásquez, cofundador da Nuvem Shop e diretor de CONTINUAR LENDO…

artigo-conteudo3

Geração “Y” de consumidores demanda muita atenção de varejistas

Por: Juan Pablo Uma estratégia móvel robusta nos dias atuais CONTINUAR LENDO…

Consumidores multicanal: a nova tendência do varejo

Por: Pedro Ivo Martins O consumidor mudou, online e offline CONTINUAR LENDO…

artigo-conteudo

5 métricas fáceis de analisar que ajudam a crescer uma fan page

Por: Camila Porto As principais dificuldades apresentadas pelos empreendedores e CONTINUAR LENDO…

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

Calendário