Você pode vender (e comprar) de tudo no Instagram

em jul 15, 2016:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.
Artigo  contéudo4

Para que você usa o Instagram? A maioria dos 35 milhões de usuários brasileiros usa o app para compartilhar selfies, fotos de animais fofinhos e comidas muito bem arrumadas. Mas isso não quer dizer que essa é a única forma de utilizá-lo. O aplicativo também pode ser uma poderosa ferramenta de vendas.

Além dos anúncios pagos, semelhantes aos do Facebook, tem muita empresa usando os próprios perfis pessoais para fazer negócios. E, acredite, você pode vender de tudo no Instagram, só precisa ser criativo.

“Não existem restrições. A maioria dos negócios de sucesso no Instagram vende produtos físicos, principalmente roupas, acessórios, produtos de beleza e comida. No entanto, isso não é um problema para empresas que vendam produtos digitais, ou que trabalhem com prestação de serviços. Pelo contrário, facilita ainda mais o processo, considerando que a pessoa, ao comprar um produto digital, pode em poucos segundos tê-lo em sua tela”, afirma Monique Soares, analista de marketing da Hotmart, startup especializada em vendas no ambiente online.

Foi justamente seguindo outras contas usadas para vendas no Instagram que a estudante Letícia Vaz percebeu que essa podia ser uma boa ferramenta para a sua loja de roupas, a LV Store. Assim que a conta foi criada, em julho de 2015, as vendas já começaram.

A loja virtual de Vaz começou com um investimento de 2 mil reais e no início trabalhava apenas com revenda de outras marcas. Após seis meses, a empreendedora viu que o negócio dava certo e decidiu apostar numa marca própria. Ela então investiu mais 4.200 reais e agora começa a colher os frutos: a LV Store tem um crescimento mensal de 15% a 20%. Do total de vendas, que são sempre finalizadas pelo site, 75% dos interessados ficaram sabendo das roupas ao ver as fotos no Instagram.

A personal chef Júlia Pertence é outra que usa o app para vender mais. Trabalhando com doces caseiros com uma pegada mais gourmet, ela viu no Instagram uma oportunidade de apresentar seu trabalho para pessoas de fora do seu convívio. O resultado é visível: a empreendedora passou a oferecer seus doces nas redes sociais no início de 2015 e, desde então, 80% de suas vendas vêm do Facebook e do Instagram.

A dica de chef para quem quer começar a usar a ferramenta nos negócios é simples: “Use hashtags! É impressionante como chama a atenção das pessoas. É um meio de comunicação fácil, simples, rápido e barato”, afirma.

Já para quem trabalha com produtos pouco visuais, como serviços ou itens digitais, a recomendação é colocar a cabeça para funcionar e usar a criatividade. “Uma dica é entender do que o público gosta, testar os diferentes formatos e compartilhar histórias que representem a sua empresa, como estudos de caso, bastidores etc” diz Monique Soares, da Hotmart.

A analista também chama a atenção para detalhes como os horários das postagens: a concentração de likes fica entre 12h e 22h e acontece em grande parte durante os finais de semana. Portanto, procure postar seu conteúdo neste intervalo.

Outra dica é abusar dos vídeos, que são mais atrativos para o público. “Não se preocupe com fazer vídeos super profissionais, pois as pessoas gostam de registros verdadeiros e que refletem a realidade em que vivem. O Instagram agora permite vídeos de um minuto. Aproveite esse tempo e seja criativo”, completa.

Fonte: EXAME

veja também:

Como obter um diferencial e recompensar os clientes do seu e-commerce

Por: Alejandro Vásquez, cofundador da Nuvem Shop e diretor de CONTINUAR LENDO…

artigo-conteudo3

Geração “Y” de consumidores demanda muita atenção de varejistas

Por: Juan Pablo Uma estratégia móvel robusta nos dias atuais CONTINUAR LENDO…

Consumidores multicanal: a nova tendência do varejo

Por: Pedro Ivo Martins O consumidor mudou, online e offline CONTINUAR LENDO…

artigo-conteudo

5 métricas fáceis de analisar que ajudam a crescer uma fan page

Por: Camila Porto As principais dificuldades apresentadas pelos empreendedores e CONTINUAR LENDO…

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

Calendário