5 Dicas para aumentar a Conversão do seu site

em jan 20, 2012:por

Danilo Fadel

Sócio da Nexttarget, é formado em Administração de Empresas pela ESPM pós-graduado pelo Insper Ibmec. Trabalhou como analista de novas tecnologias na Editora Abril e gerente de projetos na F.Biz WPP.
Views19
melhorar-taxa-de-conversao-em-ecommerce

Muitos gestores de Lojas Virtuais passam o dia pensando em como alavancar as vendas, atrair novos clientes, aumentar ticket médio, etc. Nesse post vamos abordar 5 temas essenciais para aumentar a conversão de seu e-commerce e ajudar a melhorar os resultados.

1 – Ferramenta de Busca

Os consumidores virtuais estão cada vez mais utilizando a ferramenta de busca interna dos e-commerces para encontrar os produtos desejados. Esse comportamento está muito relacionado com o uso constante de buscadores, como o Google e o Bing, para encontrar as informações e produtos na web.

As lojas virtuais que não tiverem uma boa ferramenta de busca estarão perdendo vendas e clientes, já que na internet é muito fácil comparar produtos em diferentes varejistas. Além de perder vendas por ter uma busca ineficiente, o cliente ficará frustrado por não encontrar o produto que estava procurando.

Existem algumas empresas que desenvolvem ferramentas de busca para lojas virtuais. O varejista pode contratá-las e implementar em seu site, integrando com a plataforma de e-commerce. Empresas como Shoebiz, Ponto Frio e Extra já utilizam o serviço de busca de uma dessas empresas, a SLI Systems.

Essas ferramentas especializadas, além de apresentarem resultados de busca mais eficientes, possuem também algumas funcionalidades como indicação de produto, auto-complete (ao iniciar a digitação a ferramenta já apresenta os principais resultados), sugestão de busca, entre outras.

Ex. Extra.com.br

2 – Conteúdo Personalizado

Uma tendência para o e-commerce brasileiro, mas que já é realidade nos EUA, é a criação de conteúdo personalizados para os consumidores online. Os varejistas estão deixando de tratar os clientes como uma grande “massa” e passando a ter uma abordagem mais personalizada, principalmente no momento de ofertar um produto ou promoção.

Existem 2 motivos que dificultam esse tipo de ação. O primeiro é que em muitos casos, os varejistas não possuem informações mais detalhadas sobre seus clientes, como hábito de consumo e dados pessoais. O segundo ponto é a falta de tecnologia para gerar e entregar esse conteúdo. Muitas plataformas de e-commerce não possuem as funcionalidades necessárias para mostrar um determinado banner para um grupo específico de clientes, ou recomendar um produto de acordo com a navegação do usuário.

Para começar esse tipo de trabalho o varejista deve levantar todas as informações que ele possui sobre sua base de pessoas cadastradas e desenhar um escopo com a sua plataforma para entender até onde é possível personalizar a experiência de compra do seu cliente. Caso a plataforma não atenda sua necessidade, é possível implantar algumas soluções terceiras, como por exemplo o Baynote, empresa especializada em Recomendações de Produtos.

Ex. Amazon.com

3 – Descrição de Produtos

Por se tratar de uma compra não presencial, onde não há a intervenção de um vendedor,é muito importante que o site tenha uma descrição de produto muito bem feita, com todas as informações necessárias para que o cliente possa se sentir seguro em efetuar a compra.

Esse trabalho de criar descrições detalhadas e com informação relevantes toma muito tempo da equipe de produção do e-commerce e muitas vezes esse trabalho é feito sem a devida atenção, pela falta de tempo ou de gente para realizá-la. Fato é que esse trabalho deve ser visto como um grande diferencial e algo que está diretamente relacionado com as vendas.

Para fazer um trabalho bem feito é necessário que o responsável conheça muito bem sobre o produto e o comportamento de compra dos consumidores, para poder disponibilizar o conteúdo correto.

Algo que está começando a ser utilizado com mais freqüência entre os e-commerces é a inserção de vídeos sobre os produtos. Esses vídeos podem aumentar a conversão do site se for produzido de forma apropriada e transmitindo o que o consumidor espera obter de informações.

4 – Avaliações e Comentários de Produtos

Mesmo tendo uma descrição detalhada e com muitas informações sobre os produtos, muitos consumidores preferem consultar as Avaliações e Comentários de outros clientes antes de tomar a decisão de compra.  A avaliação gerada pelos próprios clientes possui um peso maior do que a descrição que o site oferece, e os possíveis clientes se sentem mais seguros em realizar uma compra quando esse conteúdo é disponibilizado na página do produto.

Essas avaliações são muito importantes em segmentos em que não existe um padrão de tamanho, como ocorre nos e-commerces de Moda e Acessórios, e também em segmentos com alto ticket médio, como é o caso de Eletrônicos.

Segundo um estudo realizado pelo e-tailing Group e a empresa Power Reviews, especializada em Avaliações e Comentários de Produtos, cerca de 56% dos compradores online são impactados por Avaliações feitas por outros clientes do site.

Esse conteúdo gerado pelo usuário pode ser considerado um braço das Mídias Sociais, porém é gerado totalmente dentro do próprio site. Esse conteúdo além de ser um impulsionador para novas compras, agrega valor nos buscadores, como Google, Yahoo e Bing, melhorando o resultado do site nas buscas realizadas.

Atualmente a maioria das plataformas de e-commerce disponibilizam essa funcionalidade e é parte do trabalho do gestor saber como utilizá-la. Uma dica para conseguir um maior número de avaliações para seu e-commerce é oferecer um benefícios para aqueles que contribuírem. Pode ser oferecido um desconto ou frete grátis para a próxima compra que o cliente efetuar no site.

Ex. Netshoes.com.br

5 – Segurança da Informação

Esse é um dos principais pontos de atenção de qualquer loja virtual. Mesmo com o crescimento do mercado e com o conhecimento dos usuários de internet, muitas pessoas ainda são céticas com o comércio virtual devido à segurança. Esses usuários não confiam em disponibilizar informações como CPF, endereço, dados de cartão de crédito, e-mail, etc, pois podem ser utilizadas de maneira indevida e até mesmo ter seu cartão clonado.

A maioria dos e-commerces já conta com Certificados de Segurança, como Certisign e Thawte. Esses certificados garantem que toda a informação trafegada no site está sendo criptografada, passando mais segurança para os usuários.

Esses selos devem estar  disponíveis de forma visível no site e de preferência em todas as páginas do processo de compra.

Além do selo, é muito importante que o site tenha uma página dedicada para Segurança e Política de Privacidade, caso o usuário deseja alguma informação adicional.

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

4 Comentários :

  1. Cleison disse:

    Muito importante essas dicas. Ainda mais o exempo da Netshoes, muito interessante a forma dos clientes comentarem o produto.

    Gostei muito da matéria. Parabéns!

  2. Anderson disse:

    Muito boas as dicas, principalmente indicando empresas que fazem o serviço. Saberia informar se existem empresas que prestam o mesmo serviço (com qualidade também) no Brasil?

    • Danilo Fadel disse:

      Anderson, existem diversas empresas que prestam esses serviços no Brasil, inclusive as empresas citadas no post.
      SLI Systems (ferramenta de busca)
      Power Reviews (avaliação de prodtudos)
      Certona (recomendação de produtos)

      Se desejar mais informações, entre em contato conosco: 11- 3078-0430

      Abraços,
      Danilo

  3. Sandro disse:

    Gostei das dicas. Este mercado está modernizando cada vez mais.

eNext Dashboard

eNext Dashboard

SLI Systems

SLI Systems

Calendário

 
JUL 25