5 problemas que te impedem de participar da Black Friday

em nov 12, 2014:por

Priscila Zuini

Priscila Zuini, editora-assistente, é a jornalista responsável pelo canal PME de EXAME.com
Views21
5-incapacitadores-blackfriday

No dia 28, milhares de consumidores vão correr para a internet e algumas lojas para aproveitar os descontos da Black Friday. Em sua quinta edição no Brasil, a promoção pode render até 2 bilhões de reais de faturamento para os comércios eletrônicos, segundo um levantamento da Conversion, consultoria especializada em internet.

O interesse dos consumidores aumentou em mais de 200% neste ano em comparação com 2013. No ano passado, segundo dados do site Busca Descontos, idealizador da Black Friday Brasil, 20% das empresas participantes eram pequenas ou médias. O que pode significar vendas altas para muitos empreendedores pode também custar caro para outros. Nas PMES, os erros podem ser ainda mais graves.

Uma das grandes vantagens da promoção é fidelizar clientes e reativar antigos consumidores. “A gente tem acompanhado que priorizar e criar ofertas diferenciadas para quem já é cliente faz com que as pessoas fiquem mais satisfeitas”, diz Tárik Potthoff, CEO da Pmweb, empresa de marketing digital.

Cuidar bem do consumidor é o ponto de partida desta estratégia. “O centro de tudo é o relacionamento com o cliente, com as pessoas que estão interessadas na sua marca. Pode ser uma chance de reativar uma pessoa que já fez compra. Ou use a estratégia de desconto para atrair o cliente para a primeira compra e depois desenvolva uma estratégia para fidelizar”, sugere Diego Ivo, CEO da Conversion. Confira motivos para sua empresa ficar de fora das promoções.

1. Não houve planejamento

Se a sua empresa não fez um planejamento desde o começo do ano para participar da Black Friday, talvez seja melhor repensar a estratégia. “O grande problema é a falta de planejamento. O comércio eletrônico obriga o varejista online a se planejar melhor ou ele não vai vender”, diz Ivo.

Já em dezembro de 2013 ou janeiro de 2014, as grandes redes começam a pensar a promoção, preparando infraestrutura, fluxo de caixa e compras de produtos.

2. Seu servidor não está pronto

O que pode ser mais frustrante para o consumidor do que um site com promoção que sai do ar? A infraestrutura para suportar o aumento de acessos é primordial durante o evento. “Normalmente os e-commerces acabam tendo uma demanda de acesso que é dezena de vezes maior do que a média. Tem que se preparar com servidores para não falhar”, diz Potthoff.

3. Seu negócio não suporta as margens menores

As margens no varejo já costumam ser menores. Para que os descontos compensem, o empresário precisa ter planejado a compra e também pensado em estratégias para fidelizar o cliente, fazendo o investimento retornar no futuro. “É um desconto muito agressivo, as margens do varejo são muito apertadas e ele pode tomar algum prejuízo. Por isso, precisa desenvolver o próximo passo para fidelizar o cliente para que ele compre de novo e gere lucro”, indica Ivo. Garantir uma boa experiência de compra, do primeiro acesso à entrega, é o básico neste momento.

4. Tentar maquiar os preços

Enganar o consumidor é um erro grave que fez a promoção ficar conhecida no Brasil como Black Fraude, vendendo produtos pela metade do dobro. Manipular os preços para só parecer promocional ainda prejudica a imagem do negócio. Atualmente, existem apps e plug-ins que mostram a variação de preço e o consumidor percebe a fraude automaticamente. “O pequeno empresário tem vantagem de ter uma base menor e mais condições de oferecer conteúdo certo para o cliente certo. Aproveite isso”, afirma Potthoff.

5. Não ter agilidade para reagir a erros

Durante a promoção, as equipes de marketing e TI dos sites trabalham sem parar para medir resultados e estar a postos caso algum problema ocorra. Para Potthoff, o objetivo é que as falhas sejam corrigidas antes do final da Black Friday e o cliente consiga efetuar a compra com o desconto oferecido, sem prejudicar a imagem do site. Se sua equipe não está pronta para este tipo de ação rápida, é preciso repensar como os erros seriam corrigidos para não prejudicar o consumidor.

veja também:

Não há outros artigos postados por esse autor

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

eNext Dashboard

eNext Dashboard

SLI Systems

SLI Systems

Calendário

 
JUL 25