O “boom” do comércio eletrônico brasileiro

em out 21, 2014:por

Rodrigo Poppi

Gerencia novos negócios na SLI-Systems e é responsável pela expansão da empresa no Brasil. Publicitário, tem extensa experiência na área comercial em multinacionais no Brasil, Inglaterra e Alemanha.
Views199
boom-ecommerce

boom-ecommerce

Em 2014, o Brasil é muito mais do que o país da Copa do Mundo ou centro do carnaval quando se trata de negócios. O Brasil é hoje uma espécie de “centro das atenções”, quando falamos de ecommerce. De acordo com a Forrester, o e-commerce no Brasil cresceu 21% em 2013, atingindo um volume de 15 bilhões de dólares, vindo de 12,4 bilhões de dólares em 2012. E, nos próximos cinco anos, o e-commerce no Brasil deverá crescer a uma taxa de anual de 18%, alcançando um montante de 35 bilhões de dólares apenas com as vendas no varejo online.

“Ele (Brasil) vem mostrando ritmo acelerado em termos de tamanho de audiência, crescimento, engajamento, utilização de eficientes mecanismos de busca, vídeos integrados e mídias sociais interativas – e relevantes!” diz Alex Banks, head de market-research na comScore América Latina. “Se uma empresa de internet estrangeira não colocou o Brasil em sua rota de expansão internacional, algo está muito errado com seu planejamento.”

Enquanto a SLI previu, vários anos atrás, uma incrível oportunidade de ajudar players brasileiros a expandirem seus negócios, com foco na aceleração de resultados através da otimização de seus meios de busca, foi em 2014 que se consolidou o investimento neste promissor mercado.

Recentemente o Wall Street Journal publicou um artigo sobre os planos do fenômeno Alibaba para atuação no Brasil. Para competir com os “gostos” do gigante chinês, varejistas nacionais entenderam que é mais do que necessário ter métodos convincentes para atrair tal público.

Um dos mais críticos aspectos é a vantagem de se ter um mecanismo de busca eficiente, funcional e reativo à vontade do visitante. Digo, um sistema pronto para apresentar resultados de busca relevantes que garantem uma maior probabilidade de compra. A gama de empresas que tiveram seus resultados acelerados através da otimizacão de seus sistemas de busca pela SLI inclui RaiaDrogasil, o maior grupo de farmácias do país, a gigante do varejo Colombo, entre outras de similar expressão como Centauro, Saraiva, Pão de Açúcar e Nike. Juntam-se a este crescente time Extra.com, PontoFrio e CasasBahia. Todas elas vêm obtendo incrementos de conversão que chegam a 30%, graças à visão em motivar seus visitantes, apresentando resultados relevantes na busca.

Para a SLI, o investimento no Brasil foi a melhor decisão – durante o ano fiscal de 2014, seu faturamento cresceu 95%. Em parte, isto se deve a um programa de vendas muito bem estruturado, bons relacionamentos, soluções eficientes, e a disponibilidade de todos os serviços também em português. Confira acessando http://www.sli-systems.com.br/.

Para saber mais como a SLI ajuda varejistas do comércio eletrônico global a acelerar seus resultados de vendas, conversão e ticket médio ao conectar clientes aos produtos que têm maior propensão de vendas, leia alguns case studies.

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

eNext Dashboard

eNext Dashboard

SLI Systems

SLI Systems

Calendário

 
JUL 25