Social Media Day: O cenário brasileiro de mídias sociais

em ago 01, 2014:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.
Views44
social-media-day-sp

Evento reuniu 150 pessoas na tarde do dia 30 de julho, em São Paulo, e reforçou a importância da interação com as pessoas.

O teatro do Centro Cultural Britânico,na zona sul de São Paulo, atingiu sua lotação máxima na tarde do dia 30 de julho, com um público que assistiu as palestras e debates da edição paulistana do Social Media Day, evento apresentado por Jacqueline Lafloufa, editora do Brainstorm 9 e do Tecnoblog. Marcaram presença profissionais ligados às áreas de estratégia digital, planejamento de comunicação, mídia, community managers e analistas do setor, além da imprensa especializada.

O meetup reuniu representantes das principais redes sociais da atualidade (Viber, LinkedIn e Facebook) e ofereceu insights importantes para profissionais que compreendem o cenário dinâmico e repleto de números grandes em que se insere o universo social media, fato validado por Luis Felipe Barros, do Viber: “Um bom exemplo está no mercado de aplicativos de instant messaging.

Os dois maiores players do setor conseguiram 200 milhões de usuários em apenas 3 anos”, destacou Barros. Ele também mandou um recado para quem deseja pegar uma fatia do setor: “Gerações mais jovens [heavy users deste tipo de app] querem estar onde seus amigos estão e é importante ter isso em mente”, frisou.

A agenda do evento contou também com um painel sobre e-commerce formado por uma dupla feminina: Luciana Obniski, do Arco.vc; e Tatiana Pezoa, da Trustvox. Ambas entraram em consenso sobre um ponto: “Quando falamos de Brasil e América Latina, é notável a força da “compra endossada”, ou seja, quando um amigo compra algo e avalia, infuenciando sua rede em cadeia”, avaliaram as executivas. Em seguida, mesclando curadoria de conteúdo com negócios online, vieram Yasmin Muller e Clarissa Wolff, da Deezer, apresentar o cenário do mercado de música online no Brasil.

“Já tivemos um crescimento maior do que imaginávamos. De qualquer forma, o mercado ainda está buscando maneiras de existir, já que pagar o direito autoral do artista não é barato. Nosso desafio é converter o usuário gratuito em pagante”, pontou Yasmin.

O atendimento ao consumidor teve papel central no painel composto por Cláudia Pamplona, da Oppa Design, e João Olivério, da Zendesk. O assunto, sempre polêmico, trouxe a análise de Cláudia: “Há muito o que aprender com a experiência junto ao cliente, porém há processos que fogem ao nosso controle, caso das entregas”, explicou Cláudia, que é Gerente da Central de Relacionamento da Oppa. João destacou que no Brasil as marcas podem começar a se espelhar no formato de atendimento oferecido por marcas que atuam no exterior, como a Netflix.

Outro ponto alto da tarde foi a apresentação de Ligia Ishida, Marketing Lead Latam no LinkedIn, que trouxe uma novidade. “Hoje os usuários, [maior parte com perfis voltados para a área de Marketing], querem ver atualizações e inovações em vários segmentos, e não apenas buscar por uma oportunidade profissional. Atualmente já engajamos 7 milhões de usuários”, destacou Lígia. Já Taty Werneck, jovem empreendedora na WSquare, rede que permite aos usuários fazer interações através de imagens, veio contar o que aprendeu ao criar uma rede social: “Todo mundo sabe definir objetivo e público específico, porém o “segredo” é saber inovar por meio de funcionalidades”, frisou Taty.

Quem aproveitou a oportunidade do “Dia Mais Social do Ano” até o final pôde ver a apresentação de Christian Rôças, do Facebook e Instagram, que destacou cases que mostraram a força do relacionamento de artistas com fãs, em especial o formato Face to Face. “Costumamos dizer que não temos usuários, mas “gente”, do outro lado. São histórias e pessoas por trás da plataforma”, lembrou o representante do Facebook, a rede social das 1,23 bilhões de pessoas conectadas em todo o mundo.

E o balanço do meetup neste ano foi bastante positivo: “O evento, mais uma vez cumpriu o seu papel, no sentido de gerar insights para os participantes. O destaque desta edição ficou por conta do crescimento da importância do mobile sob o ponto de vista tanto das redes sociais quanto das marcas, além do crescimento consistente no número de usuários de aplicativos de instant messaging. O futuro das redes sociais é o mobile”, avaliou Anderson Criativo, co-organizador do Social Media Day São Paulo e co-founder da Neelkeen, ao lado de seu sócio Leandro Palmieri.

Para mais infos: Neelkeen

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

eNext Dashboard

eNext Dashboard

SLI Systems

SLI Systems

Calendário

 
JUL 25