Utilização de aplicativos de games superam sociais no Brasil

em jan 31, 2014:por

Redação Next Ecommerce

O Nextecommerce é um canal para compartilhar idéias sobre as tendências e novidades que encontramos e produzimos no mercado.
Views11
mobile

Um estudo multinacional feito pela Newzoo registrou 48,8 milhões de gamers no Brasil em 2013, o segundo maior mercado entre os países selecionados pelo estudo, entre a China, que retém 173,4 milhões de gamers e a Rússia com 46,4 milhões.

Saindo do quesito números absolutos, a Newzoo descobriu que social/casual gaming foi a plataforma mais popular, com penetrações similares entre diversos níveis entre os países selecionados.O Brasil novamente ficou em segundo lugar, com 92,6% dos gamers citando tais plataformas, antecedido pelos 93,8% da China. Computadores e consoles variaram em preferência por país, mas também estiveram entre as plataformas mais populares do estudo.

Uma maior discrepância aterra sobre o mobile. Enquanto 52,9% dos gamers brasileiros jogam em seus smartphones, a porcentagem atingiu um pico de 81,1% na China e decaiu para 43,1% na Rússia. Para o Brasil, isso se traduz em 25,8 milhões de mobile gamers. A eMarketer estima que isso significa que 85,2% dos usuários de smartphones jogaram algum tipo de game nessa plataforma.

 

 

Apesar da relativa baixa penetração do “smartphone gaming” no Brasil, um estudo feito pela Mobile Marketing Association e pela IBOPE Nielsen Online em setembro, descobriu que jogar era a principal atividade dos donos de smartphones engajados por apps, respondido por 40% dos entrevistados. Com esses níveis de uso, gaming apps para smartphones superaram até os queridinhos aplicativos de mídias sociais, que obtiveram a atenção de 35% dos usuários.

 

Aplicativos de música e e-mail seguem em popularidade, utilizados por 31% e 28% dos usuários de smartphove, respectivamente. Por outro lado, ambos (games e social) foram os dois conteúdos menos populares entre acessos por browser em mobile, com 11% e 19% respectivamente. Serviços de comparação de preços foram os menos acessados via aplicativos, com uma singela parcela de 7% das respostas, talvez refletindo o ainda novo mercado de mobile brasileiro.

Fonte: eMarketer

Deixe um comentário

O que achou do conteúdo? Compartilhe sua opinião:

Gostou do nosso conteúdo?

Deixe seu e-mail aqui e receba as novidades do mercado

eNext Dashboard

eNext Dashboard

SLI Systems

SLI Systems

Calendário

 
JUL 25